Política


#827

Muitas premissas…

Pesquisas eleitorais retratam momentos que culminam no resultado final. Se a pesquisa boca de urna retrata o momento do dia da eleição, é óbvio que o resultado será muito próximo do resultado da eleição. É só um princípio lógico. “Navalha de Occam”, para quem tiver interesse.

Eu sou o exemplo. Sempre declarei voto no Alckmin e, no dia da eleição, optei por ir de Meirelles. A pesquisa boca de urna teria pego esse “fenômeno”. E as outras estariam “erradas”, tomando por fase o resultado.


#828

Mas, novamente, pq então as pesquisas SEMPRE erram a favor do PT?


#829

Talvez porque na hora H, o cara entenda os riscos atrelados ao PT e opte por mudar de voto. Se a pesquisa boca de urna errar o resultado, aí estou com vocês.
Talvez um erro de calibragem nas amostras, erros estatísticos, enfim, mas não acredito, honestamente, em má fé.


#830

Vc esta só se apegando a pesquisa de boca de urna, que é a mais inútil de todas, pois só sai depois da votação, e não influência ninguém no voto.

Quer dizer que o ibope e o datafolha terem “errado” em todas as últimas 9 eleições para presidente a favor do PT, o partido que aparelhou o Estado e montou o maior esquema de corrupção do país, é pura coincidência?! Me desculpe, mas é muita ingenuidade acreditar nisso.


#831

Cadu, cada um acredita no que quiser. Visão de mundo é pessoal. Agora, para não me prolongar: hoje, o retrato de momento é Bolsonaro 58% e Haddad 42% dos votos válidos. Pode mudar até o dia 28? Evidente que sim. Tornaria essa pesquisa errada? Evidente que não.


#832

Visão de mundo cada um tem a sua, mas ignorar fatos não é ter uma visão de mundo saudável.

Veremos então a “coincidência” de errar a favor do PT pela décima vez seguida…


#833

Você toma as suas verdades como fato e vê tudo que diverge dele como insalubre. Deixa pra lá. O espaço aqui é seu e respeito isso. Continuo te admirando como profundo conhecedor de renda variável e, aqui, é o que importa. Valeu!!


#834

Minha verdade? Eu te apresentei fatos, 9 erros seguidos só pra um lado, e o PT com o maior esquema de corrupção do país. Só liguei os dois. Mas não dá pra tentar argumentar contra com subjetividade, dizendo pra eu ter boa fé que é tudo uma coincidência.

Eu não tenho o menor problema em errar e admitir um erro, como já fiz diversas vezes aqui. Mas a maioria das críticas ao Bolsonaro, ou as posições que coloco aqui, que são apoiadas em fatos, é rebatida com subjetividade.


#835

Também acho que boa parte dos institutos de pesquisa são tendenciosos, @cadu quais seriam os institutos em tua opinião sérios e imparciais?


#836

Não sei dizer. Depois vou avaliar todas as pesquisas de institutos diferentes para ver qual teve a maior precisão.


#837

Sem querer defender os institutos, os quais eu NÃO coloco a mão no fogo.

Mas se vc perceber o Alckmin caiu muito, e o eleitor do Alckmin é o eleitor mais fácil de migrar para o Bolsonaro na tentativa do “voto útil” para evitar o segundo turno.

Eu mesmo, comecei com Meirelles, vi que não tinha chances, migrei para Amoedo, vi que não crescia nas pesquisas, mudei para Alckmin, e vi que não tinha chances dele ir para o segundo turno turno, resolvi mudar e votei no Bolsonaro.


#838

Na vdd eu não posso cravar, mas penso que não há institutos de pesquisa sérios ou imparciais, que muito deles são descaradamente petistas também é vdd. Mas também é vdd que a imprensa em sua grande parte é tendenciosa, ou atacando um candidato ou fazendo vista grossa pra outro . Tenho a impressão com alguma exceção que a imprensa de São Paulo ta mais do lado do Bolsonaro que ao lado de Haddad.


#839

Mas siga minha lógica, parta do princípio que os institutos agem de má fé, com viés político pro PT. Agora o que vou escrever abaixo é uma suposição com base nisso.

Todos diziam que era impossível o Bolsonaro ganhar no primeiro turno, pois as pesquisas apontavam um valor baixo. Suponha que na semana anterior o Bolsonaro já estivesse próximo de 46%, mas as pesquisas estavam jogando pra baixo. Mas suponha que divulgaram esta realidade, que ele está com 46% na semana da eleição. Aí a força dele ganhar no primeiro turno aumentaria demais, e poderia influenciar muita gente que não gosta dele, mas acima de tudo é anti PT, a migrar o voto pro Bolsonaro, podendo ter decidido a eleição no primeiro turno.


#840

De fato deve ter tido muita gente que não votou no Bolsonaro, por achar que não tinha chances de ganhar no primeiro turno, eu mesmo quase não votei nele, se o Alckmin tivesse próximo do Haddad, teria votado no Alckmin.

Mas se fosse para burlar mesmo, o ideal seria colocar o Alckmin, Amoedo, Meirelles, todos próximos, porque aí não iria ocorrer a concentração de votos em Haddad Bolsonaro.


#841

Mas mesmo na fraude eles tem de manter um limite. Se avacalharem muito perdem totalmente a credibilidade. Se ficam errando uns 15% ainda conseguem manter a pose.


#842

Mesmo assim, se fosse para maquiar as votações, acredito que seria mais inteligente inflar os nanicos, a maioria estava com zero ou 1%… Deveriam trabalhar com 1, 2 e 3 %, estariam dentro da margem de erro, e ajudaria muito a colocar o Bolsonaro longe dos 50% dos votos válidos.

De qualquer forma, se for comprovado que as pesquisas no Brasil, foram compradas, pra mim não vai ser nenhuma surpresa… No Brasil a corrupção é generalizada…


#843

#844

#845

Eu pensei que o gênio do Dr.Enéas não tinha deixado seu representante!


#846