RLOG3 - Cosan Logística

Alguém acompanha o case? Preço está interessante para entrada.

A Rumo é a empresa resultante da fusão entre a Rumo Logística e
a ALL. A fusão das duas companhias, a qual foi concluída em 2016,
deu início a uma grande empresa que oferece serviços logísticos de
transporte ferroviário, elevação portuária e armazenagem.
A rede ferroviária da Rumo consiste em quatro concessões, com
cerca de 12 mil quilômetros de extensão, 1.000 locomotivas e
25.000 vagões, além de diversos centros de distribuição e
instalações de armazenamento.
A geografia abrangida por essa empresa se estende aos Estados
de Mato Grosso, São Paulo e demais Estados da região Sul do
Brasil.
Além disso, a Rumo controla dois terminais em Santos, além de ter
participação em quatro terminais portuários, três deles localizados
também em Santos e um localizado no Estado do Paraná.
Sem dúvida, atualmente a Rumo se destaca no cenário nacional
como uma grande prestadora de serviços de logística para os
produtores de commodities agrícolas, setor extremamente relevante
e pujante dentro da economia do país.
Quanto à composição acionária, podemos ver que a Cosan
Logística possui uma participação relevante (28,5%) no capital
social da Rumo

Deste modo, a Cosan Logística (RLOG3) é uma alternativa
interessante para quem visa adquirir ações da Rumo com desconto,
uma vez que possui apenas papéis da RAIL3 em seu portfólio.

Em termos de múltiplos, hoje a Rumo (RAIL3) é negociada com um
EV/Ebitda de 10,1 vezes o Ebitda de 2019.
Este valor coloca a Rumo em um patamar similar ao de alguns
peers (pares) internacionais, tais como CSX Corp, Canadian
National Railway, Canadian Pacific Railway, entre outras.
Além do desconto frente a pares internacionais, é importante
destacar que a Rumo possui um potencial de expansão mais
elevado que estes pares, e deve ser bastante beneficiada pelo ritmo
de crescimento previsto para o agronegócio, para o mercado de
celulose e, obviamente, pela própria expansão de capacidade da
Companhia.
Apenas para termos uma ideia, a expectativa até 2028 é de
expansão de quase 70% no volume de produção de grãos no Mato
Suno Dividendos 22
Grosso, onde a empresa detém 49% de marketshare e deve seguir
expandindo sua participação com aumento da capacidade.
No transporte de celulose, há também um potencial bastante
interessante, e este segmento apresentará um bom crescimento até
2027, pelo menos, garantindo demanda à Rumo.
A expectativa da Rumo, de acordo com o seu guidance, é atingir
mais de R$ 6,5 bilhões de Ebitda até 2023, o que representa,
basicamente, multiplicar o Ebitda de 2018 por duas vezes.
Entendemos que um múltiplo de 10,1 vezes para uma empresa que
deve dobrar seus lucros em poucos anos é bastante atrativo.
Vale lembrar que boa parte deste crescimento leva em conta
ganhos de eficiência, otimização da estrutura operacional e a
própria expansão da demanda logística ferroviária.
Mas não leva em conta, por exemplo, novas concessões em que a
empresa pode investir e adquirir.
De acordo com o último secretário especial da secretaria do
programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Adalberto
Vasconcelos, o Brasil deve priorizar de forma relevante as
concessões ferroviárias daqui para a frente e, obviamente, a Rumo
tende a ser bastante beneficiada com esse direcionamento.
Se analisarmos então a Cosan logística (RLOG3), empresa que
detém 28,47% das ações da Rumo, vemos que é mais vantajoso
ainda adquirir esta empresa. Similarmente ao que ocorre com Itaúsa em relação a Itaú, adquirir
RLOG3 é uma forma de comprar RAIL3 com desconto.
Atualmente, o valor de mercado da Rumo é de R$ 35 bilhões, e a
participação da Cosan logística nesta empresa, portanto, vale cerca
de R$ 9,72bilhões.
Porém, o valor de mercado, hoje, da Cosan Logística (RLOG3) está
em R$ 8,6 bilhões, o que, na prática, significa que, através de
RLOG3, é possível adquirir Rumo com um desconto de
aproximadamente 11%.
Portanto, adquirir RLOG3 representa, basicamente, adquirir uma
participação em Rumo (RAIL3) pagando um EV/Ebitda de 8,98
vezes aproximadamente, com um desconto bastante atrativo frente
à própria RAIL3.
E, novamente, lembramos que estamos falando de uma Companhia
que deverá dobrar o Ebitda em poucos anos, e, pelas nossas
estimativas, a depender, é claro, do ritmo de concessões, este ritmo
de acelerado crescimento deve continuar após 2023.
Portanto, ao adquirir RLOG3, o investidor está levando uma
participação em uma Companhia de acelerado ritmo de
crescimento, que negocia abaixo de pares internacionais, e
pagando cerca de 11% mais barato, o que eleva a margem de
segurança dentro dos modelos de valuation.

Estou montando posição, o setor é bem promissor e governo tem sinalizado boas medidas.

Bons gestores também estão comprando ou indicando, com base em fundamentos pertinentes.

O que eu não gosto dela é a concentração em poucos setores. Mas acredito que no futuro vá mudar.

1 Curtida

Alguém viu alguma notícia que justificasse essa queda acentuada em RLOG? Não achei nada por aqui.

Eu queria me posicionar, mas sem entrar no escuro…

1 Curtida

Acredito que tenha relacao com a RUMO, visto a queda acentuada de seu preço também.

1 Curtida

Muito obrigado! Foi isso mesmo!

Acredito que seja oportunidade de compra. Baita empresa.

2 Curtidas

Erraram no release. Na parte superior da tabela, em azul, onde tem 2019 proforma, deveria estar 2018 proforma.

1 Curtida

Verdade, @cadu.
Aproveito para perguntar o que achou dos números e, se possível, realizar seu valuation para a empresa. Obgdo

1 Curtida

Estou analisando agora o ativo, devo postar logo mais.
Uma dificuldade que estou tendo foi a mudança contábil em 2019, aplicando agora o IFRS 16. A empresa fez o correto, ajustou tb o balanço de 2018 com a nova regra, para comparação. Mas nisso alterou bem os números que tinha aqui como base na análise - edit: foi mais impressão, não alterou tanto assim.

1 Curtida

RLOG3 - 2019

Esta é uma empresa que estou monitorando. Ela conseguiu se reestruturar, e vem apresentando bons resultados, e crescentes. Reportou agora mais um resultado neste linha, com crescimento de 33% no LL na comparação trimestral. A empresa tem um enorme potencial com o crescimento do agronegócio. Por outro lado, ela fica bem exposta ao cenário macro no exterior. Certamente o resultado do 1T 20 virá fraco, por conta do coronavirus, gerando uma baixa demanda da China.
A empresa está com uma dívida liq. sob controle, de 1,8X EBITDA. Porém a empresa ainda tem 151M de prejuízos acumulados, mostrando como mesmo em recuperação, este setor tem muita volatilidade (e o pq de ainda ter 0% de DY).

Agora falando sobre o preço, com tantos fatores externos influenciando no resultado da empresa, fica difícil estima o crescimento nos próximos anos. Mas acho que um cenário em torno de 25% possível. O problema é que com isso, o potencial de valorização fica quase nulo. Diria que a ação hoje já está bem precificada (uma obs, o PSBe está inflando o preço alvo pq a margem liq. < 5%).

Empresa RLOG3
Cotação atual 20,40
Preço alvo pelo PSBe esta em 34,87 com potencial de crescimento de 71%
Pelo FCD, utilizando uma taxa de crescimento de 25% ano, p/ os próximos 5 anos,
com 8% de taxa de desconto, chego a um valor de 23,42
Na cotação atual, e considerando uma perpetuidade de 0, o mercado esta precificando pelo
FCD um crescimento anual de 32% p/ os próximos 5 anos.

image

10 Curtidas

Boa, @cadu!

1 Curtida

@cadu, continua monitorando o case?

1 Curtida

Não muito, caiu pouco frente aos demais.

1 Curtida

A empresa realmente tem uma governança ótima.
O que não me atrai é a volatilidade das receitas diante das commodities.