VLID3 - Valid Soluções

Bom dia ,

Que impacto isso pode ter na empresa?

por isso a surra de ontem

1 Curtida

Não vejo nenhum problema com relação a Valid, é ex controlador. Ex é ex.

2 Curtidas

O único efeito foi uma queda de 6% se não erro, não entendi porque o mercado considerou está notícia, por isso da pergunta, se é que foi isso.

1 Curtida

Postei no tópico sobre minha carteira o que estudei sobre VLID4, se quisere ver:

É uma empresa que está se reestruturando para migrar para um novo mercado. Acho uma idéia inteligente.

3 Curtidas
1 Curtida

Tem subido bastante desde dezembro, minha maior posição…

1 Curtida

Para os que desejam conhecer um pouco mais de Valid:

5 Curtidas

Seguindo com a análise de Valid, venho trazer a segunda parte. Se gostar não esquece de compartilhar com os amigos e me ajudar a levar conhecimento a mais pessoas.

7 Curtidas

Opa amigo, materia em momento oportuno. Quero aumentar meu aporte nela

1 Curtida

Então não pode deixar de ler =D, é uma posição mediana na minha carteira.

2 Curtidas

ja li amigo, os dois inclusive. leva para longo prazo?

1 Curtida

Sim, sem dúvidas. Claro que se ela ficar super valorizada posso me desfazer. Porque estou na fase de acumulação então traders pontuais valem a pena. Mas estou falando da ação ir para mais de 35 sem justificativa.

1 Curtida

show amigo, grato pelas informações pertinentes

valid admite erro na impressao do enem :neutral_face:

1 Curtida

Pessoal, eu tava estudando os gráficos da Valid e alguns números me chamaram a atenção.

O patrimônio líquido é estável e crescente, porém o lucro líquido é caótico. Nisso, o ROE permanece entre 5% e 10% desde 2T16. Esse número, aliado a um ROIC que também patina na casa dos 6%, indica ineficiência?

Outra coisa: o gráfico de “resultados financeiros” (obtido no site Fundamentus) aponta números desde sempre negativos. Isso indica que os investimentos da empresa não têm gerado o resultado esperado?? (mais ineficiência?)

A margem bruta permanece entre 20% e 25% desde 2017 e a margem líquida é baixíssima, ficando entre 0 e 5% (em 2T19 chegou a 1%). Imaginei que essa margem pode ser devido a eventual crescimento da empresa (novos investimentos e aumento de despesa). Será?

Por fim, a dívida líquida vem crescendo desde 2016 e já é maior que o lucro líquido. Dívida bruta/patrimônio líquido atualmente em 88% (embora liquidez corrente gire na casa de 2).

Enrascada?

2 Curtidas

Faz tempo que não acompanho Valid, mas quando uma empresa tem histórico de aquisições, o ROIC fica distorcido em relação à geração de caixa intrínseca do negócio. Para fazer um comparativo, você pode utilizar a seguinte fórmula:

ROIC = EBIT * (1 - 0,34) / (Patrimônio Líquido + Dívida Líquida - Ágio)

1 Curtida

E esse 0,34 se refere a quê?

1 Curtida

Alíquota de IR + CSLL - 34%

Eu costumo usar a Dívida Bruta no denominador.

2 Curtidas

Considero o nível de endividamento da empresa satisfatório e ainda bem tranquilo, se considerarmos que a dívida líquida está na faixa de 0,60 do PL.

O lucro líquido, que o colega chama de caótico, eu chamaria de estagnado, na medida que não conseguiu acompanhar a evolução no faturamento da empresa nos últimos anos… Você bem ressaltou que a margem líquida está bem baixa. De toda forma, como já comentei anteriormente, considero esses múltiplos um indicativo de que a empresa tem um grande potencial e um grande desafio de melhorar sua gestão e despesas operacionais de forma a converter os ganhos de mercado e de faturamento em melhor lucratividade.

De fato, também vale lembrar que a empresa continua investindo e apostando em novas aquisições, como a recente compra da fintech Bluepay.

Ademais, não se apegue tanto aos resultados financeiros de empresas que têm boa parte de suas receitas em mercados estrangeiros. Salvo engano, essa conta é muito impactada por “hedge” cambial. Lembre-se que cerca de 40% do faturamento da Valid vem do exterior (na última vez que vi).

No meu ponto de vista, este caso está longe de ser uma enrascada…

3 Curtidas