CIEL3 - Cielo


#81

assim que é bom, a livre concorrência só melhora preço e qualidade. desta forma o mercado tende a ser somente dos melhores. fora monopólios…


#82

Bom que nesta guerra ela tem caixa e know-how pra entrar forte na luta.


#83

Pensando numa perspectiva de longo prazo, a empresa continua gerando mais de 3.5 bilhões de lucro ao ano. Ainda vejo como uma empresa bem administrada e lucrativa. Abri posição em 12.30 e agora em 10,91 adicionei lotes. Se continuar caindo, enquanto continuar lucrativa assim, continuo comprando.


#84

Segue em queda livre, já bateu nos 9 hoje.


#86

Parece que essa queda não termina nunca.

Olhando o FCD ta batendo 175% com preço alvo de 27,51. E pelo PSBe ta 147% e preço alvo de 25,65.


#87

Que está barata isso é fato. O problema são as perspectivas futuras, e os resultados decrescentes.


#88

Vontade comprar mais, mas, esse mês acabou o dinheiro. Mês q vem vamos ver como estará. Posição pequena e ir entrando devagar nos deixa bem tranquilo com essas quedas. Na realidade, eu gostaria q caisse mais…quem sabe a R$ 5,00 hehehhe


#89

Alguém com mais tempo de mercado já viu algo similar acontecer com outra empresa da bolsa e ela não recuperou o valor no longo prazo?


#90

Diversas vezes.
Para citar alguns casos de cabeça, de empresas que já tiveram no passado uma boa rentabilidade, e eram atrativas do pto de vista da AF: Idvl, Pine, Eter, Cyre, Hbor, Posi, Frio.


#91

Opa pessoal, olhem esse vídeo, é um ponto de vista a se analisar, já que a maioria aqui investe no longo prazo.


#92

Eu vi este vídeo o problema pode ser estrutural… ai não tem jeito.


#93

No preço atual, estou colocando no meu radar. Estudando abrir uma posição, ainda que pequena.


#94

eu também


#95

Parabéns, esse debate da cielo tá cada vez mais interessante. Diante de tantas questões acho melhor ficar de fora, ficar observando o desenrolar. …


#96

Só pra deixar um comentário os dois lugares que costumo almoçar não usam mais Cielo pelo custos altos, não sei se vocês também estão reparando isso em comércios que frequentam, acho que ela vai ter que partir pra guerra mesmo e abaixar os preços para não perder ainda mais mercado, porque afinal o que importa ao comerciante é ter uma máquina funcional com o menor custo.


#97

Na minha opinião, sem perspectivas futuras… prefiro ficar de fora


#98

Em minha opinião a empresa tem nome, gera muito caixa e tem cacife pra brigar com qualquer outra empresa.

Em meu ponto de vista o negócio ainda é rentável, tanto é que Warren Buffett está investindo neste seguimento nas concorrentes dela no Brasil…o que não podemos é esperar os crescimentos do passado em uma empresa que aparentemente atingiu sua maturidade.

Ela investiu em agregação de valor e precisou cobrar por isso, creio que o próximo passo será reduzir a mergem e voltar a ganhar MS…coisas do negócio! Eu particularmente creio que ela está muito longe de ser uma empresa ruim , aliado a isso o novo gestor tem um histórico excelente


#99

Trabalho no setor bancário com pessoa Jurídica e posso dizer que a situação está crítica para a Cielo. A Rede está muito mais agressiva que ela para ganhar mercado. O movimento dela está tímido. A Stone, com seus representantes de rua está literalmente passando o pé na concorrência com taxas agressivamente baixas. As inovações da Cielo não agregaram valor aos pequenos comerciantes (que pouco se importam com inovações) e os grandes procuram, principalmente nessa crise, custos mais baixos. No curto prazo, não vejo luz no fim do túnel.


#100

Quando temos a calorosas discussões sobre “preço importa x preço não importa” fica parecendo “esquerda x direita” política, mas em situações como a da CIELO, vejo que o princípio do “preço não importa” serve como mecanismo psicológico para evitar que fiquemos procurando “pelo em ovo” e cacemos coisas ruins em empresas boas.

Isso evita que caiamos no vício de “vender no fundo”, pois sempre tendemos a achar que “alguém está sabendo de algo que não sabemos” que “Os insiders vão nos passar a perna”.

Ainda não fechamos o ano, CIELO continua com lucro consistente (Não foi crescente no 2016/2017, mas continua bem).
Alavancou para a aquisição da Cateno e tem reduzido a dívida.
Mesmo com a margem caindo, 33% de margem líquida eu não acho ruim.


#101

Rafael, as dúvidas que tão rolando, na verdade, são: 1) essa margem de 33% é sustentável? 2) esse lucro consistente é sustentável?

Essa margem já foi mais de 40% em 2010. No trimestre atual, tá menor do que 30% (margem 3T18). Então, eu concordo que ela é boa e tal, mas eu acho que hoje tá muito difícil avaliar um preço bom pra ela. O ROE da empresa também tem caído.

Eu já fiz a pipoca e tô só de espectador. Hehehe.