Concentração mercado imobiliário carteira FII

Boa tarde a todos,

Gostaria de opinião de vocês, na minha visão limitada, montar uma carteira com diversos FIIs, gera um diversificação grande de setores do mercado imobiliário (Shopping, Escritórios, Galpões, CRIs, Desenvolvimento etc.), gera uma diversificação grande territorialmente, em diversas cidades de estados, mas o que me incomoda é a concentração no mercado imobiliário, que pode sofrer como um todo em alguns cenários, então concentrar por exemplo 30%, 50%, 70%, 100% da carteira em FII, não seria uma concentração muito grande ao mercado imobiliário?

Agradeço a visão de todos quando pensam em concentração dos seus investimentos em FII.

1 Curtida

Muito bom questionamento . Invisto em FII e nunca havia pensado por esse viés . Mas creio que a resposta é sim !

1 Curtida

Limito a 10% da carteira, e hoje tenho quase 5%

1 Curtida

Sim, você está concentrado em uma classe de ativos, mas discordo em concentração em um mercado específico.

Você está concentrado porque na maior parte dos casos, com excessão de alguns de varejo e desenvolvimento, todo o lucro vem de alugueis. Algo que prejudique os alugueis de forma generalizada pode fim afetar todos os fundos.

Agora eu diria que não é tão concentrado em um mercado específico, porque você está alugando imóveis pra empresas exercerem sua atividade fim. No fim, você está exposto a situação ao desempenho financeiro dos seus inquilinos, que tendem a ser de diferentes ramos de negócio, assim você não está exposto a somente um setor da economia.

Agora não vejo porque alguém teria uma concentração muito grande em FIIs a não ser que tenha uma vantagem clara ou um conhecimento muito grande do mercado. A diversificação ainda é o último almoço grátis do mercado.

6 Curtidas

Realmente ser 100% em FII é elevar bastante seu risco. Mas dentro de FII você pode diversificar ainda por crédito com fiis de papel (a não ser a renda fixa do governo, quase todas as outras tem como lastro o setor imobiliário).

Complementar com outros tipos de investimento ainda será essencial a qualquer carteira.

1 Curtida

Atualmente tenho como.meta 20% da carteira em FIIs e na real está em 22%.

1 Curtida

Acredito que entre 20 a 30% seja um bom %, porém depende do planejamento da pessoa, se ela investe no exterior, se ela investe em renda fixa, se ela foca mais em renda passiva, etc.

Concordo plenamente a diversificação e o melhor caminho para reduzir o risco.

E quando falo de risco digo exatamente isso algo que afete os alugueis como um todo como ocorreu com a pandemia.

Mas nem mesmo a pandemia não afetou todos. Shopping e algumas lajes foram muito afetados, mas logística por exemplo até mesmo cresceu. Alguns fundos de lajes mais bem localizados até repassaram a inflação nos contratos.

Foi mais ou menos que nem empresas. Algumas foram dizimadas pelos fechamentos, mas outras não sofreram tanto.

E se você parar pra pensar, o aluguel tende até a ser menos arriscado. Afinal o aluguel é devido e deve ser pago como uma despesa, e só depois sobra a parcela dos donos da empresa.

90% ficou sem renda, é exatamente disso que estou falando, se o tempo fosse prolongado em uma carteira “diversificada” de fii 90% seria afetado. Sem falar nos juros futuros que podem afetar os fiis antes de se recuperarem.

Mas não foi 90% que ficou sem renda, muito pelo contrário. A maioria manteve ou teve uns redução leve de rendimentos. Eu tenho uns 20 e poucos fundos e somente um parou de pagar.

Quanto aos juros futuros, sim afetam os FIIS. Mas temos que lembrar que afetam toda a precificação de renda variável, ações incluso.

2 Curtidas

Desculpe me expressei mal, seria redução. Não necessariamente afeta a renda variavel de forma negativa a alta dos juros, se foi causada pelo aumento do consumo, que gera inflação, seria ótimo.

1 Curtida

Um colega meu conhece um investidor 100% fii com patrimônio bastante grande. É aquela coisa né, tem que conhecer muito.