Investir em Startups


#1

Sou um dos sócios fundadores da CapTable (www.captable.com.br), plataforma de investimento em startups regulada pela CVM 588 (sou uma das pessoas que ajudou a criar a regulação).

Gostaria de saber o que vocês acham do investimento em startups e em como isso pode ser interessante para compor o portfólio de investimentos de vocês?

Qualquer dúvida sobre o tópico e melhores formas de fazer isso, estou a disposição!

Abs


#2

Aproveito para divulgar o nosso primeiro webinar, que acontecerá em parceria com a StartSe!

Neste webinar vamos falar um pouco mais sobre como se estruturar pra investir em Startups!


#3

Isto é algo que sempre tive vontade de estudar melhor, mas que era muito restrito a grandes fundos.
O ponto principal é o risco mais elevado, pois são negócios que ainda estão iniciando. Por outro lado vc tem um potencial de retorno também elevado.


#4

Bacana Cadu!

Acho que o webinar vai ajudar a apresentar bastante o como iniciar neste mundo. Certamente o investimento é um pouco mais de risco, mas na CapTable possuímos alguns pontos que nos ajudam a identificar empresas um pouco mais robustas e com maiores chances de crescimento.

Começa que todas as empresas tem que estar faturando, em segundo lugar que elas passam por uma validação contabil do nosso parceiro Ankor e por validação do negocio pela Organica (mais dados estão no nosso site).

Mas no webinar vamos apresentar isso um pouco mais a fundo e seria bacana se vocês participarem e depois até pra me dar o feedback.


#5

Uma coisa que me deixa preocupado em investir nessa área, é o medo de ser enrolado, negócios menores são mais susceptíveis a ter desvios, resultados falsos…

Mas é bastante interessante


#6

So tem essa loop para investir hoje?


#7

tem como ver o historicos das empresas antigas?


#8

Concordamos! Por isso incluimos em nossa plataforma um processo tipo IPO, onde colocamos a “auditoria” dos números por um contador parceiro (queremos que a fintech contrate o contador para ser o oficial da empresa). Assim conseguimos ter credibilidade dos números apresentados.


#9

A Loop é a nossa primeira e por enquanto única oportunidade, mas te cadastra lá na plataforma que serás avisado dos próximos projetos.


#10

interessante esta informação… aqui o mercado ainda é pouco difundido. a StartSe está ajudando a dar uma boa disseminada nisso.


#11

Muito legal.

Essa loop eu não coloquei fé…

Se aparecer uma que eu goste, posso colocar R$1.000 pra vê…

Deixa sempre atualizado, o que acontecer com essa Loop, mesmo que ela quebre e quem pagou sair com as mãos abanando, deixa a informação no site, de quanto pagou, e se recebeu alguma coisa quanto recebeu quem comprou 1 cota, isso da muita credibilidade, mesmo que o cara pagou R$ 1.000 e nunca recebeu nada…


#12

estava olhando na página de como investir e na sessão “CONVERSÃO” fala que devolve todo o capital investido com rentabilidade de 100% do CDI caso a startup não atinja o resultado esperado. E em caso da empresa quebrar, perde o capital investido. certo?


#13

Pode deixar. Faremos o possível para deixar sempre o mais transparente!


#14

bom dia, estou de olho nessa nova plataforma a Intertradec, ela é brasileira, o que voces acham?

https://www.intertradec.com.br/


#15

Essa plataforma no caso é para criptomoedas. Eu uso a FoxBit e Poloniex.


#16

E aí pessoal, alguém com experiência em investimentos com startup’s para compartilhar?
Estou pensando em separar 10% do meu capital aplicado em RV para as startups (que de preferência traga algum impacto social e inovação), e operaria pela plataforma da EqSeeds, que acho boa, pois tem todas as informações necessárias sobre a empresa, é bem organizada e tem um fórum para tirar dúvidas, que é respondido pelos próprios sócios/diretores, etc.


#17

cheguei a ler (pouco) sobre isso, mas parece que, ao contrario de comprar açoes, um investimento em startup é muito mais complicado por que o investidor pode responder legalmente pela startup (isso não acontece com quem compra açoes, no maximo a grana virá pó).
Ou seja, vc pode responder por um processo trabalhista, ter bens penhorados, e coisa pior, ir para a cadeia… ou ficar respondendo na justiça 20 anos por algo que não tem culpa…como se fosse realmente o “dono” da startup…
Só de pensar nisso, desisti da ideia. Mas como foi uma leitura superficial, posso ter ficado com uma ideia errada…
Quem puder esclarecer…


#18

Cara, pelo menos a operação pela plataforma da Eqseeds não funciona assim.
Lá todas as empresas são Ltda. Quando vc investe nela, vc entra no estatuto como credor, sendo isento de qualquer responsabilidade judicial, e quando a empresa se torna SA, sua nota de credor é automaticamente convertida em nota de ação preferencial.