Se você fosse abrir um negócio hoje, em qual área seria?

mas brincadeiras à parte… não deixa de ser um modelo de negócios interessante (por mais que o público do forum não seja a clientela habitual)… a ATOM3 age mais ou menos assim, não?
Mas concordo com a questão clube de investimento… o IR é 15% e só no resgate da cota e nao tem come-cotas. Se for gestor credenciado pode cobrar taxa de adm. Por sinal varios FIM iniciaram como clube.

Não sei como são as regras da CVM para isso @wdgi

1 Curtida

Se eu fosse abrir um negócio hje seria na minha area mesmo, construção civil.
Aqui em Sp, vi que um rapaz q comprou um galpão antigo uns 1000m2 e construiu studios, como é muito proximo de faculdade os aluguéis são absurdamente alto, deve ter feito umas 30 unidades quase todos já alugados, aluguel na faixa de 1.800/ 2.500. Então o case seria mais ou menos neste caminho, ou aqui mesmo na região onde moro, tem muito terreno barato e fazer casas simples de 4 cômodos tmb da certo ou comprar grandes terrenos e fazer lotes tmb é febre aqui.
Outra particularidade que me atrai muito é a possibilidade de fomentar empregos que hje em dia é o que mais se precisa

2 Curtidas

Parabéns pela visão de fomentar empregos. Nobre da sua parte! De fato, empreender no Brasil requer um “Q” de heroísmo.

1000m²…perto de faculdade…sp…com certeza, o terreno não saiu barato. O custo do terreno + localização fazem toda diferença no impacto sobre retorno. Tem investidor que afirma fazer mais de 1% a.m de retorno. Nos meus cálculos isso é quase impossível operando dentro da legalidade. De 0,50% a 0,60% é o que reflete minhas contas.

4 Curtidas

1% para studio pequeno bem localizado e mobiliado é bem comum.

1 Curtida

Que explanação lúcida! Obrigado por compartilhar o raciocínio. Identifico-me, gosto, da estratégia e seu post foi de grande valia pra melhor compreensão, e validação.

Aqui na família, os antigos fizeram algo com o mesmo racional: comprava-se gado magro, engordava-o, lucro, e comprava-se mais gado magro e/ou terrenos/construções. Ouvi daqueles: “gado magro não se vende, gado magro se compra”. Outro familiar lucrava no comércio e também investia em “paredes”.

2 Curtidas

Tenho visto mtos movimentos no sentido da regulamentação do mercado canábico no Brasil, sou investidor no segmento e estou com projeto na área de acessórios e representação de produtos que possuem CBD para uso medicinal. Fica a fica…caso alguém tenha conhecimento e interesse na área chega mais pra trocar uma ideia!
Abs

1 Curtida

Existe instrução normativa, mas é simples…acho que um dos únicos pré requisitos é de que o adm da carteira do clube precisa ter registro CGA Anbima. Espero ter contribuido…

Interessante! Quem está se antecipando nesse mercado, vai ganhar muito dinheiro aqui no Brasil. O país é um dos maiores em relação a quantidade de usuários
Poderia especificar melhor sobre a questão dos produtos que possuem CDB, como está a regulamentação aqui? Tenho conhecidos que tem autorização do Estado para tratar epilepsia com CDB.

1 Curtida

Concordo, existe um potencial enorme. Quanto ao CBD as coisas ficaram mais fáceis a partir da liberação da Anvisa, infelizmente o custo ainda é alto pois a matéria prima deverá ser obrigatoriamente importada. São diversas doenças que podem ser tratadas com o CBD e existem inúmeros casos de pessoas que recorrem ao sistema público para o tratamento, outros acionam o plano de saúde. Ainda são vias demoradas, burocracia, mas as pessoas que precisam estão sendo atendidas! De onde são os seus conhecidos?