Analise Fundamentalista


#59

Uma entrevista bastante completa com um dos maiores investidores pessoa física do Brasil. Para quem se interessa por análise fundamentalista, vale a pena assistir.


#60

Dois ponto que me fazem ficar pensando pensando…

Num dado monento o Barsi e o entrevistador falam que W. Buffett teve sorte e que ele próprio reconhece isso. (eu sou azarado por natureza)
Outra coisa, o que ele deve fazer com os caminhões de dividendos quando batem na sua conta. (na minha conta batem umas merrecas de div. e eu não me sinto confotável e investi-los hoje em dia).

L. Barsi: " um bom caminho é não ser dono de pequenos negócios, mas sim sócios de grandes projetos."


#61

Eu não concordo muito com este papo de sorte. Não dá p/ dizer que o Buffett teve sorte ao longo destes 40 anos de investidor de sucesso. O que ele teve foi sim uma disciplina de longo prazo. Recomendo a leitura da sua biografia A bola de neve. Nele o Buffett conta toda sua vida, inclusive diversos investimentos ruins que ele fez.

Como diria o Tiger Woods: “Eu tive sorte, mas só depois que comecei a treinar 10 horas por dia.”


#62

Entenda as principais vantagens de se investir utilizando melhor plataforma de value investing do Brasil.


#63

Sou novo por aqui e estou procurando aprender ainda sobre análise fundamentalista, encontrei este link, mas está quebrado. Tem algum outro lugar que consigo acessar?


#64

Estamos fazendo uma migração no nosso blog, e até o final desta semana já deve ter voltado p/ o ar.


#65

Amigos gostaria de saber se o indicador P/FCO é bom quanto for menor ou vice versa tipo. de acordo com a descrição é a relação do preço com fluxo de caixa operacional ou seja quanto o acionista esta pagando por ação pelo caixa gerado pela empresa.
No meu entendimento eu entendi que quanto menor esse numero melhor tomando exemplo de bbas3 o valor esta -1,90. então eu estaria pagando um valor menor enquanto a empresa esta gerando mais valor por ação. seria isso bom ou ruim. alguém poderia me explicar


#66

Ola @cruzecruz
então a leitura dele é semelhando a do indicador P/L.
Ou seja, quanto menor o valor, mais “barato” do pto de vista de valor o preço está.
Porém se este indicador for negativo, sugere que o fluxo de caixa operacional está negativo, o que não é um bom sinal (assim como no P/L negativo demonstra prejuízo). Vale ressaltar que no setor bancario este indicador não tem muita valia, visto que o fluxo de caixa dos bancos é diferente das demais.


#67

obrigado. bem esclarecido


#68

Cadu, sua estratégia é mais focada em “Trade de Valor” do que em Buy & Hold?


#69

Acho que todo mundo que opera com base em AF, é um “trader de valor”. A questão é que este trade pode demorar semanas, meses, ou anos. A essência continua a mesma da AF, comprar barato e vender caro. O termo que eu costumo usar p/ o que faço é uma AF dinâmica, que acabou se tornando uma base p/ a CAFI (explico melhor na sequência).

Um erro comum que vejo alguns investidores fazendo é confundindo buy and hold com buy and forget. Olhando a rentabilidade do IBOV no LP isso fica evidente como é ineficiente. Ao passo que a CAFI, por ter este reajuste mensal na sua composição, consegue uma dinâmica muito maior, o que aliado a boas escolhas de empresas, tende a performar melhor. Este foi um pto que eu sempre defendi na CAFI, a sua votação mensal. Já ventilaram a ideia de mudar a votação p/ trimestral, ou até mesmo anual, e eu sempre abri as votações p/ a escolha dos foristas, mas deixando claro meu posicionamento contra.


#70

É pessoal de cada um usar a forma Trade de Valor ou Buy & Hold eu acredito nesse modelo que a PenseRico administra as carteiras é uma forma moderna e sofisticada de alto-proteção e pra mim esta excelente.


#71

Verdade. Esse dinamismo da CAFI, com votação mensal, realmente é um dos segredos do sucesso.

Cadu, abusando um pouco mais da sua boa vontade, nessa questão do valor, do dinamismo, poderia sintetizar de maneira simples qual é sua métrica para comprar e vender? Sei que vc usa os indicadores fundamentalistas, acompanhamento de resultados, todo esse tipo de coisa. Mas acima de tudo, sempre vejo você falando em preço alto, preço baixo. Principalmente nesse quesito da relação do preço com os fundamentos, qual é sua estratégia. Vi no tópico de FIIS que vc inclusive colocou um gráfico com MM e histograma. Abs.


#72

Uso AT mais p/ determinar o melhor pto de entrada, ou aumento/redução de posição. O que determina o investimento, ou desinvestimento, é a AF. No caso da AT, o mais simples possível, duas médias móveis mais lentas, p/ capturar o viés mais de médio prazo, suportes e resistências.

Tem vários modelos de AF que podem ser usados p/ determinar se o ativo está caro ou barato. Desde os mais simples, como P/L histórico, até os mais elaborados, como FCD. Todos tem suas limitações, mas em conjunto com outros indicadores, pode ser uma ferramenta mais precisa.

Desde o ano passado estou usando o ranking da nossa plataforma em meus investimentos. Ou seja, citando o caso de FRAS3, era uma empresa que estava no top 25 do ranking, mas que hoje caiu muito de posição. Isto pode ser basicamente por dois motivos: ou a cotação subiu muito frente aos números da empresa, e o ativo ficou “caro”, ou diversas outras empresas ficaram mais atrativas que FRAS3 (ou ainda uma combinação das duas coisas). Em qualquer um dos casos, no meu modo de investir, seria mais interessante vender a empresa e aplicar em outra com melhor posição no ranking. Inclusive o ranking da plataforma é a forma que tenho utilizado também p/ meus votos na CAFI, e para montar o índice da PenseRico.

Este ranking que elaborei das ações foi baseado no modelo de Greenblatt. Ele é um modelo simples, o que eu fiz foi montar uma adaptação, adicionando alguns indicadores a mais, que ao meu ver se complementam. Uma mostra de como o modelo de Greenblatt é lucrativo, está neste gráfico comparativo abaixo:


#73

Valeu, Cadu. Também penso que o preço nunca pode ser desprezado, pois é parte atuante no jogo. Não concordo de maneira alguma com os que defendem que o preço não tem importância. Tem sim, e muita.

Quanto ao ranking, não entendi. Como visualizo ele, é o que se apresenta quando entramos na plataforma, sendo o Bando do Nordeste o primeiro do ranking?

Uma coisinha, para entrar comprado ou até mesmo para aportar, supondo-se que temos ai uma boa empresa, com bons/excelentes indicadores fundamentalistas, excelentes resultados, etc, etc…mas, porém, com cotação razoavelmente alta/esticada, pensa que se os preços caindo por volta da MME 21 no grafico semanal , abre-se ai um bom momento para a entrada ou aporte.(usando o metodo do aporte que o Mascarado não gosta, pois ele gosta do FCD…kkkkk). Eu gosto tambem de fazer um “cálculo simplista”, calculando como estaria o P/L em 12 meses, prevendo um crescimento dos resultados nesses 12 meses baseado nos ultimos meses/anos…coisa simplista, mas que da uma ideia razoavel de quanto estaria o P/L nesse caso com a cotação de hoje, e sendo assim, baseado no P/L anual eu vejo quanto mais ou menos a ação pode subir nesses proximos meses. Tudo no campo da teoria, claro, mas funciona com mais um “indicador”.

Ah…quem toca o site Pense Rico? Você? Digo, a plataforma é você o responsavel? Unico? Eu te conheço desde 2009/2010, e conheci o mascarado apenas há uns meses, até achei que o mascarado era você…rsrsrsr

Abs.


#74

Exato, já mostra a ordem de atratividade em ordem decrescente - ranking.

Neste exemplo, sim começaria comprando 1/3 da posição que estipulei para o ativo. Embora eu prefira comprar pegando a faca caindo, como foi recentemente com WIZS3 nos 10,80 e ABCB4 nos 15. Os ativos que me deram maior retorno foram os que comprei no pânico do mercado. Porém comprar um ativo barato, e que está em viés de alta, é um risco muito menor.

Eu sou o responsável pela AF na parte Brasil, ou seja, praticamente todo o esquema de AF da plataforma fui eu que elaborei. Além disso temos outros dois sócios, o Rafa, que foi quem teve a ideia deste projeto, e o Cayres, quem montou uma boa parte da plataforma. Ambos são programadores. Além disso temos nosso parceiro Viver de dividendos, que está cuidando da parte de AF dos EUA.

Então pelo visto vc participava lá do forum do Infomoney?!


#75

Sim, sou do tempo da Infomoney, 2009, 2010…lembro quando a CAFI saiu de lá, não lembro a data, quando foi? Cheguei a acompanhar o ínicio(já era aqui no Pense Rico? Inclusive, acho que até já era cadastrado no fórum desde o começo.

Nunca fui muito ativo em termos de colocações, mas acompanhava bastante, votei algumas vezes e tal.

Depois,fiquei um tempo afastado da renda variável, migrando para a renda fixa, por conta de juros altos, falta de tempo pelo trabalho, dentre outras coisas. Mas nunca deixei de acompanhar o Mercado, mesmo que não tão de perto, pois, está no sangue, é algo prazeroso para mim. Na verdade é muito mais do que o dinheiro, é hobby, prazer…

Agora, encontrei vocês novamente, e estou voltando com força total, porém, investindo devagar, migrando devagar da renda renda fixa para a variável. Mercado já subiu demais e não quero comprar no topo…rsrrsrsr…Iniciar a carteira aos poucos, quem sabe com alguns FIIS também, tenho estudado sobre eles.

Uma coisa que há uns oito meses estou “envolvido” é na questão de operar DT através de Robos, na Smarttbot, por enquanto estou nos testes(mini indice e mini dolar). Embora, fundamentalista, nesse caso é para especular mesmo. Estou testando estratégias com robos gratuitos deles. Trata-se de uma excelente plataforma, mas sobre isso, vou falar mais na área correta, vi que tem uma aberta.

É isso ai, você há anos, é referência em termos de investimento de Bolsa.

Abs.


#76

Bacana @pelicano
Não lembro a data exatamente, acho que a CAFI saiu de lá por volta de 2015.
Tb tenho meu robô trabalhando p/ mim. Uso uma parte pequena do capital do capital p/ estas operações.
Tive conta na smarttbot logo no começo, mas tive problemas lá e nunca mais usei.
Tem um tópico sobre isso, depois podemos trocar mais ideias lá - robô.
Abs


#77

@cadu, @weldson, @canuto, @ancasodi para continuar a discussão do outro tópico em um lugar mais adequado. Como vocês chegam ao preço justo de uma empresa, como saber se uma empresa está cara ou barata? Quais indicadores e estratégias vocês utilizam?


#78

Existem diversas formas. Desde as mais simples, como olhar o P/L histórico, até as mais complexas, como o Fluxo de Caixa Descontado. Porém, todas tem suas limitações, sendo melhor usar várias ferramentas em conjunto na análise. Pode parecer difícil, mas na prática não é.

Por exemplo, a nossa plataforma já exibe as ações em forma de ranking de valor, em ordem decrescente. Ou seja, as primeiras colocadas são as empresas mais atrativas com base em valor. Porém, nem tudo na vida são flores, e este ranking serve como uma pré filtragem, pois nas primeiras colocações existem empresas que estão com fatores não recorrentes inflando os números, mas estas empresas eu fiz questão de abrir um tópico no forum e explicar a situação delas.

Com base nisso, eu diria p/ começar um estudo de valor p/ compras:

  • Analisar os gráficos e indicadores das 25 primeiras empresas que a plataforma exibe.

  • Depois disso, as empresas que vc achar mais promissoras, pesquisar sobre elas aqui no forum, e ver se tem algum fator não recorrente nelas que eu já chamei a atenção (ou se estiver na dúvida, postar aqui no forum p/ debatermos).

  • Na sequência, dar uma olhada na liquidez dela (algumas empresas ali tem uma liquidez muito baixa, na próxima versão da plataforma vamos adicionar a opção de filtrar retirando empresas assim, mas isso tb depende do capital que deseja investir).

  • Depois disso olhe o setor das empresas, e tente montar uma carteira com boa diversificação, evitando se concentrar muito em um único setor. Também vale a pena saber quanto de risco quer correr, se colocar por exemplo empresas estatais na carteira, tenha em mente que elas apresentam um risco mais elevado, porém tb um maior potencial de valorização.

Pronto, com isso vc já vai chegar a ter empresas boas e baratas p/ investir.

P/ saber se ela está cara vc pode usar em conjunto os seguintes fatores:

  • Posição no ranking da plataforma. Se a empresa cair muitas posições, significa ou que a cotação subiu muito, ou que os fundamentos pioraram (ou uma soma dos dois), ou ainda que outras empresas ficaram mais atrativas. De qualquer forma, valeria a pena estudar a venda p/ comprar outras mais baratas. Ex: FRAS3 chegou a ficar no top 20 do ranking, mas hoje está bem atrás. Se olhar aquela barra indicadora ao lado do nome da empresa na plataforma, ali mostra a atratividade dela no ranking. Fras3 já teve em torno de 80%, agora está a 60%. Eu se ainda tivesse na carteira, venderia.

fras

  • Na próxima versão vamos adicionar o preço alvo com base no PSBe (valor) e do FCD (crescimento). Talvez outras métricas tb p/ preço alvo. Isso tb vai auxiliar e agregar no estudo. Por enquanto pode usar esta calculadora que o viver de dividendos indicou: http://viverdedividendos.org/avaliar-acao-com-fluxo-de-caixa-descontado-dcf/

  • Além disso vc pode olhar o P/L histórico na nossa plataforma (se está muito elevado), o ROE histórico (se está muito baixo), e a evolução da Receita e EBIT (se estão decrescentes). Na próxima versão da plataforma vamos facilitar ainda mais este acompanhamento da evolução dos números e indicadores.

  • Também é recomendado olhar na plataforma a situação financeira da empresa. Se a LC estiver piorando (abaixo de 1,00), e a Divida bruta/PL estiver subindo (acima de 2,00), a empresa pode estar enfrentando problemas financeiros.

Usando somente estes modelos que passei p/ compra e venda, dificilmente vc não terá um bom lucro no longo prazo com ações, batendo os principais benchmarks. Fora isso é disciplina, quando a bolsa sofrer uma grande queda ter um estoque de reserva p/ compras e aumento de posições (Fiis ou RF). Este é um modelo simples e fácil de se investir com base em AF com sucesso.