Avisos de Compra e Venda & Debate Sobre Carteiras


#2268

questão de % também? detalhe que vou aumentar 50% da posição em GGRC11 participando da subscrição


#2269

kkkk boa! muito boa mesmo!! risco é de defeito no sistema ou das placas quebrarem (que de vez em quando acontece misteriosamente)… no mais, vc mandou mto bem!


#2270

Bem mencionado! kkkk
Riscos de desastres naturais!! rsrs
Mas pode ser contra-pesado com um aumento tarifário, que a Enel é ótima nisso! rsrs


#2271

Sim. Uma opção é de Rbrr pra baixo, onde as posições são pequenas, vender tudo e comprar Hgbs.


#2272

boa! vou pensar nisso sim, com certeza


#2273

Pessoal, se foi essa subida hoje só com esse anúncio raso da previdência, imagina quando for votada.
Poderiamos fazer uma brincadeira aqui apostando quanto o Ibovespa vai chegar kkkkkkkk.
Eu aposto acima dos 150 mil após a previdência ser aprovada ( até o final de 2019).
Consegui comprar hoje ABCB4, sapr4, Ecor3.
Abraços e sorte a todos.


#2274

Acho que é o mesmo valor.


#2275

Acho difícil passar de 150 mil pts em 2019


#2276

E se não for aprovada? To com receio de que essas brigas dentro do PSL dificultem a articulação e prejudiquem a aprovação


#2277

120/125 mil pontos tá de bom tamanho para o IBOV em 2019.


#2278

Ações: ITSA4, EGIE3, WEGE3, LREN3, ARZZ3, RADL3, ODPV3, FLRY3, GRND3, MDIA3, ABEV3

Cogitando me desfazer de alguma do setor de calçados, porém tanto ARZZ, quanto GRND performam bem, então não saberia qual escolher para tirar fora.
Cogitando também incorporar á carteira KROT3, LINX3 e IRBR3


#2279

Pensaria em venda de Wege, Radl e Abev, todas empresas caras, e pensaria na compra de Abcb, Fesa e Taee. Iria melhorar a diversificação e aumentar o potencial de valor da carteira.

Pensaria em venda de Arzz, que está muito mais esticada que Grnd. Por outro lado Grnd apresentou um resultado fraco neste ultimo tri (arzz ainda não divulgou o seu).


#2280

É o velho bordão, sobe no boato e cai no fato, se for aprovada já vai estar boa parte precificado, e se não for aprovada cai em dobro hahaha.


#2281

Meu medo agora é esse , nos próximos dias vai haver um bombardeio em massa !!! A oposição e a mídia que estão fazendo de tudo para dar errado o novo governo podem realmente conseguir atrapalhar a formação da coalizão para as reformas.
Mirando o mercado, já vimos que quando se aproxima dos 93.5/94.5 mil a turma entra comprando com força !! Talvez hoje supere os 100 mil , mas acho que retorna para os 94/95 na próxima semana ( a política vai ferver ) Então talvez seja um bom momento para realizar algumas vendas .
Ainda tem muita água para rolar , mas acho que vai bombar mesmo a partir do 2° trimestre !
E quanto ao índice, nos temos potencial para muito mais que isso ( 150 mil ).


#2282

É um assunto bem interessante. Existe já projetos de grande porte utilizando essas placas. Na empresa onde trabalho chegaram a analisar um desses há algum tempo. A conclusão a que se chegou é que há um custo de manutenção das placas e é difícil de ser mensurado, pois todos os projetos na área são muitos recentes. Acabaram optando pelo mercado livre, que está cada vez mais acessível a diversos portes de empresas e que, eventualmente, como já acontece na Europa, deve chegar ao consumidor residencial.


#2283

Aliás, por conta disso, o futuro das distribuidoras me parece bem obscuro.


#2284

Todo mundo esquece do custo de oportunidade, você pagou R$ 22.100,00 que ganharia juros ou dividendos durante o prazo. Pra saber a taxa real você deve descontar isso, pq na conta de energia tradicional você iria pagar um pouquinho todo mês.

Fazendo uma conta por alto descontando 365,00 por mês e considerando 6% de juros a.a. o custo de oportunidade seria de R$ 4180,72. Nesse cenário o TIR já cai para 15,9%.

Veja que fui muito conservador na taxa de juros, acho que se tratando de Brasil dá pra considerar um cenário com taxas maiores.

Considerando o cenário com 8% a.a a taxa de retorno cai para 14,6%.

E outra coisa, esses 4200,00 por ano é uma projeção, pode vir abaixo, principalmente a depender da região que mora. Tenho um colega que colocou aqui em aracaju-SE que praticamente é sol o ano todo e é provável que fique um pouco acima.

Outro custo é a taxa de energia, se não me engano você vai pagar ou a taxa ou pelo menos 50 reais.

É isso, espero ter contribuído.


#2285

Mas isso já acontecia desde o começo da candidatura do Bolsonaro, e certamente vai continuar até o fim do mandato. Desmamar um bezerro, que ficou décadas mamando na teta do Estado, é doloroso no começo mesmo.


#2286

É uma carteira de qualidade, parabéns! Algumas estão esticadas como mencionou o Cadu, mas isso é também um reflexo de serem boas empresas. ABEV e ODPV não possuem tanto potencial de crescimento assim e seus P/Ls refletem mais o passado que o futuro. Entre as suas possíveis incorporações, LINX3 não me agrada pelo setor, mas é uma questão de saber distinguir “Pets-dot-com” de Amazon, coisa que eu não saberia. A KROT3 é um ativo de risco e depende de crédito, não chega a ser uma construtora, mas não é algo para longo prazo. Gosto do IRBR, mas está ridiculamente caro pelo que é e pelo histórico de resultados inconstantes. Comprando BBSE você leva uma pequena participação no IRBR e fica com um negócio muito mais sólido e mais barato.


#2287

Irbr3 teve queda no lucro por conta da queda da selic. Tem que pensar na projeção futura da selic e no fato da possiblidade de “privatização”.

Entendo que esses são os drivers da ação. Eu sigo comprado e com ordem de compra em caso de alguma correção