Avisos de Compra e Venda & Debate Sobre Carteiras


#1863

Verdade CADU previu a queda de CIEL em junho deste ano.


#1864

bom dia,@cadu fesa4 ainda esta em um bom valor para entrada?
grato


#1865

Está no limite de ainda um bom valor p/ entrada.


#1866

alguém sabe se aconteceu algo em UGPA? -4%

Eztec tem alguém realizando posição e trocando o ativo?


#1867

Balanço saiu ontem a noite, provavelmente veio abaixo do que o mercado estava esperando.


#1868

onde congiso ver os dividendos que serão pagos pelas empresas da minha carteira ?


#1869

dividendosbr
meusdividendos


#1870

Bom dia. Estou com minha carteira montada, gostaria da opinião de vocês.

TD = 36,07%
IPCA 2035 Pré 2025
Pré 2021 Selic

RF privada = 8,78%
Debênture Cemig

FII = 9,82%
AEFI11 HCRI11 FIGS11
FLMA11 (com o que sobra compro ela)

Ações = 45,34%
ABEV3 CIEL3 EGIE3
GRND3 IRBR3
ITSA3 (não farei reaportes)
ITSA4 (ganhei, não faço aportes)
ITUB3 LREN3 MDIA3
MPLU3 (não farei reaportes)
UGPA3
VALE3 (não pretendo fazer reaportes)
WEGE3

Dentro da renda variável, vocês acham mais importante uma porcentagem maior em ações ou em FII, ou ambas mais equilibradas, com porcentagem parecidas?


CAFI - Carteira de Análise Fundamentalista de Investimentos
#1871

A carteira em geral está boa, mas eu pensaria na troca de abev e wege, empresas que acho “cara” por outras com maior potencial de valor. E trocaria a decrescente Ciel por Fesa ou Abcb.

Sobre o percentual em cada segmento, depende do seu perfil e da tendência da bolsa. Com o Ibov em viés de alta, e se vc for jovem ou tiver um perfil maos agressivo /LP, pode ter uma maior exposição em ações.


#1872

Achei a diversificação dos seus investimentos excelente. Os títulos 2035 são Cupom? Se for, está perfeito. Eu sempre faria porém uma cobertura deles com NTN 2035 Principal, pois no LP vão te cobrar IR sobre a inflação, uns 10-15% de Cupom Zero para cada R$1 em Cupom já fazem bem essa cobertura. Quanto as ações, faço minhas as palavras do Cadu. CIEL é uma empresa decadente, que perdeu todas as vantagens competitivas. ABEV3 tem tirado o crescimento nos últimos anos no R$/hectolitro, volume tem caído paulatinamente exceto na América Central, o que, pelo preço, e apesar de ser uma empresa excelente, faz dela um forte concorrente das NTNs, e neste caso eu ficaria com estas últimas. LREN3 e WEGE3 tem vetores de crescimento mais fortes que ABEV, por isso podem ser boas apostas no longuíssimo prazo, além de serem investimentos relativamente seguros; então eu apenas diria que talvez possa haver melhores opções de preço/valor. No comércio varejista, CGRA tem tido boa performance nos últimos anos. Na indústria, daria uma analisada na HYPE.


#1873

Cara, eu não manjo igual o pessoal mas lendo eu tive a mesma idéia deles…

N curto ambev eu tiraria e botaria hype3. Com a queda do dólar ela pode se beneficiar.

IRBR3 eu tenho, vou aproveitar as quedas e comprar mais.

Eu to de olho tbm na suzano e pensando em indice ivvb pra “hedge” da carteira.


#1874

@cadu, @sr_fouquet, @angelo, muito obrigado pelas opiniões, gosto muito de ler as opiniões do pessoal e soma-las às minhas análises.
Como estou na fase de acumulação a minha IPCA 2035 é sem cupom. Não quero pagar a maior taxa de IR de 6 em 6 meses. Como uso o investimento Buy and Hold, vou manter a wege e lren na carteira, tendo em vista o longo prazo mesmo. E vou reanalisar meu investimento na Cielo e na ambeve. E estudar essas empresas que vcs citaram para possível substituição.
Não sou muito experiente para me desfazer de uma empresa, o que vcs acham mais interessante, manter na carteira ou vende-las (no caso Cielo, ambev, ITSA) para fazer um aporte maior em outras? Desde já agradeço, e não se importem de dar opiniões diferentes um dos outros não, gosto de estudar analisando as diversas possibilidades.


#1875

É uma questão muito pessoal, difícil dar uma resposta. Mas a não ser que com o volume do seus aportes, estes investimentos se tornem irrelevantes, eu me apoiaria no conselho do lendário Philip Fisher, ele dizia que o número ideal de ações deveria ser algo entre 10 e 15. Suficiente para diluir os riscos individuais de cada empresa, mas não tanto para você perder o foco na escolha e no acompanhamento da sua carteira.


#1876

Será que não era uma boa vender uma só das ITSA? As duas tem peso iguais na carteira?

Em CIEL e AMBEV vc ta no prejuízo? É Considerável?
Rodar muito a grana pra bh não acho legal, se vc confia no que te levou a investir nelas eu pensaria bem e só sairia tendo prejuízo se já tivesse outra melhor e bem estudada em mente ou algum fundamento forte pra vazar dela.

Sobre diversificação eu acho pior ter várias ações sem ter fundamentos sólidos do que ter poucos ativos mas de qualidade. Pq sem estudo e fundamentos é difícil ficar nelas vendo desvalorização.


#1877

Gostei muito dos pontos observados. Apesar do pessoal falar mal dos resultados da Ciel e da Ambev, acredito muito nos fundamentos delas.
A ciel sempre foi líder do seguimento, está sentindo agora a concorrência, mas não está parada. Continua sendo líder do seguimento, até dois meses atrás ainda tinha mais de 50% do mercado, e começou a baixar muito suas taxas, por causa da concorrência, e isso é um dos motivos na queda dos números dela.
Acho que como investidores não podemos temer concorrência, desde que a empresa tenha sido muito bem estudada.
A Ambev, dificilmente vai mal aqui no Brasil, ela tem marcas de peso, e ninguém troca de marca de bebida de uma hora para outra. O mercado dela é muito vasto. Bem, não vou me desfazer delas, vou apenas manter posição e observá-las. Acredito ainda no potencial delas.

Vlw Pessoal.


#1878

Qualquer empresa é questão de preço.

Cielo aos preços atuais me parece atrativa, mesmo com a guerra de preços que está por vir.

Ambev também acredito na gestão e setor perene, as cervejas artesanais ainda tem um mercado muito pequeno, não chega a ser uma ameaça por enquanto. E claro a empresa não ficará parada.


#1879

Uma publicação foi combinada em um tópico existente: Aluguel de Ações