EGIE3 - Engie Brasil


#1

4T 17 - EGIE3
Ótimo resultado! EBITDa cresceu 30%, gerando um crescimento do LL de 48%.
De negativo a alta de 320% da dívida, principalmente por conta das notas promissórias para pagamento das concessões das Usinas Hidrelétricas Jaguara e Miranda no valor de R$ 2.096,1 milhões.

egie

Mesmo com esta forte alta do endividamento, a situação financeira da empresa ainda é tranquila. A div liq/EBITDA ficou em torno de 1.3x. E a div bruta/PL está próxima de 1.


#2

Excelente!! Bem falado, dívida no total controle!


#3

Este ano deve entrar Jirau. Oq esperar em termos de receitas e dividas neste sentido?


#4

Esta materia explica bem a complexidade do negócio:

https://exame.abril.com.br/negocios/engie-quer-manter-poder-de-fogo-apos-compra-de-jirau/


#5

Pelo que vi a divida poderá chegar a 6,5bi . Mas com relação a receitas e lucros impossível uma previsão.


#6

Quero comprar essa danada, mas o preço não cai.


#7

Cadu, dando uma olhada aqui no resultado do 1T2018, parece que a empresa vem forte esse ano.

Fazendo umas contas aqui do PEGY, levando em conta um crescimento nesse ano entre 8 e 10% e um DY na casa dos 7%, o PEGY fica em torno de 0,75.

Assim sendo, eu trabalharia hoje com um upside no papel em torno de 30% no medio prazo, coisa na casa dos 45 reais.

Que achou do 1T2018? Qual seria o PSBe da EGIE?


#8

Olha a coisa tá nebulosa. Se fecharem com Jirau sim vai ter um upside mais forte. Mas a custa de dívida. E se a dívida apertar podem baixar o payout e 7% de dy pode não concretizar. Então previsão aqui ta bem complicado. Mas eu faria uns aportes pequenos tranquilamente nessa faixa dos 36.00. É uma empresa muito boa.


#9

Pois é. A questão do endividamento será crucial. Vi que a empresa quer manter o máximo de Div Liq / Ebitda em 2,5. Se ficar assim não será algo muito penoso. Vamos acompanhar.


#10

Veio mais um bom resultado:

Empresa EGIE3
Cotação atual 36,50
Preço alvo pelo PSBe esta em 60,33 com potencial de crescimento de 65%.
Pelo FCD, utilizando uma taxa de crescimento de 8% ano, p/ os próximos 5 anos, com 10% de taxa de desconto, chego a um valor de 66,54.
Na cotação atual, e considerando uma perpetuidade de 0, o mercado esta precificando pelo FCD um crescimento anual de 1% p/ os próximos 5 anos.


#11

EGIE3 - 2T 18
Mais um ótimo resultado.

egie


#12

#13

#14

Bom dia, Pessoal!

Qual seria um bom preço pra comprar Engie? Tá caro? como faço pra descobrir isso?

Segue vídeo dos Resultados Trimestrais 3T18 da Engie - EGIE3


#15

Não caiu o dividendos previstos p hj, mais alguém com esse problema??


#16

AVISO AOS ACIONISTAS

Comunicamos aos Senhores Acionistas e ao mercado em geral que o Conselho de Administração da ENGIE Brasil Energia S.A., em reunião realizada em 31 de outubro de 2018, usando a competência que lhe confere o inciso XV do art. 19 do Estatuto Social da Companhia, aprovou:

  1. Crédito de juros sobre o capital próprio: referentes ao período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2018, nos termos do art. 9º da Lei nº 9.249/95 e da Deliberação CVM nº 683/2012, nos seguintes valores e condições:

1.a) Valor:
O valor bruto dos juros sobre o capital próprio será de R$ 397.000.000,00 (trezentos e noventa e sete milhões de Reais), correspondentes a R$ 0,6082033686 por ação.

1.b) Data do crédito:

1.c) Negociação das Ações:
As ações da Companhia serão negociadas ex-juros sobre o capital próprio a partir de 4 de janeiro de 2019.

1.d) Imposto de renda retido na fonte:
Os valores dos juros sobre capital próprio estarão sujeitos ao imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, exceto para os acionistas comprovadamente imunes ou isentos. Em relação aos acionistas residentes ou domiciliados em país que não tribute a renda ou que a tribute à alíquota máxima inferior a 20%, a que se refere o art. 24 da Lei nº 9.430, de 27 de dezembro de 1996, a alíquota do imposto de renda na fonte será de 25%.

1.e) Comprovação de imunidade ou isenção:
Os acionistas imunes ou isentos de imposto de renda deverão, nos termos da legislação fiscal em vigor, apresentar prova de imunidade ou isenção até 24 de janeiro de 2019, na sede da Companhia, na Rua Paschoal Apóstolo Pítsica, 5064 – Agronômica, Florianópolis – SC, CEP 88025-255, A/C do Departamento de Governança Tributária – GTR.

1.f) Imputação dos juros aos dividendos:
Os juros sobre o capital próprio, líquidos do imposto de renda na fonte, serão imputados aos dividendos obrigatórios do exercício de 2018, nos termos do § 7º do artigo 9º da Lei nº. 9.249/95 e da Deliberação CVM nº 683/2012.

1.g) Pagamentos dos juros sobre o capital próprio
Os juros sobre o capital próprio serão pagos posteriormente, conforme definido pela Diretoria Executiva, e comunicado por meio de Aviso aos Acionistas, com base nos dados cadastrais existentes no Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A. em 3 de janeiro de 2019.

  1. Crédito de dividendos intermediários: com base nas Reservas de Lucros, conforme art. 204 da Lei nº 6.404/76, nos seguintes valores e condições:

2.a) Valor:
O valor dos dividendos intermediários será de R$ 652.742.192,00 (seiscentos e cinquenta e dois milhões, setecentos e quarenta e dois mil, cento e noventa e dois Reais), correspondentes a R$ 1,0000000000 por ação.

2.b) Negociação das Ações:
As ações da Companhia serão negociadas ex-dividendos intermediários a partir de 13 de novembro de 2018.

2.c) Pagamento dos dividendos intermediários
Os dividendos intermediários serão pagos posteriormente, conforme definido pela Diretoria Executiva, e comunicado por meio de Aviso aos Acionistas, com base nos dados cadastrais existentes no Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A. em 12 de novembro de 2018.