Empresas do setor de energia

Parte dedicada ao setor mais tranquilo e dividendoso da bolsa

1 Curtida

Com a queda da bolsa agora, quais ações elétricas estão mais desvalorizadas? Pois o corona não faz diferença nenhuma em setores como transmissão, que ganham por disponibilidade de energia

De mais interessante tenho visto ELET e ENBR de grande e CLSC nas smalls. Antes de ir nos números, é bom ver os quadros societários, pois lembra um pouco uma macarronada, tem umas 20 empresas que são apenas filhotes de outras também listadas.

2 Curtidas

A Eletrobras parece exigir muito investimento, tem que ver como ficaria o lucro dela depois de privatizada pra tentar ver os múltiplos dela

Concordo. ENBR é top pick. Eletrobrás pelo potencial de uma eventual privatização. Celesc porque está barata em relação aos múltiplos (mas tem liquidez muito reduzida). Acrescentaria Taesa, pelo potencial de dividendos.

2 Curtidas

Eqtl3 e Egie 3 tbm são boas opções? Já estão precificadas?

Pra mim elétrica só pode ser considerada viável com um P/L menor que 11, Celesc varia muito o lucro, não é segura

Sobre a Celesc e a Eletrobrás, o que vejo é que a primeira sempre foi considerada a mais barata e também a pior empresa do setor, era uma armadilha de valor bem conhecida, mas com a entrada da EDP em 2018 vem apresentando uma boa melhora nos resultados e, apesar da valorização, ainda é relativamente a mais barata.

Essa é uma olhada nos números, não investiguei se a EDP realmente está fazendo alguma mudança significativa na empresa. Sobre a Eletrobrás, nos últimos anos ela tem feito desinvestimentos importantes em distribuição e acho que isso pode ser uma mudança em valor interessante com a empresa se concentrando em geração e transmissão. É bom lembrar que ela provê 1/3 da energia consumida no país.

Outra que mesmo com a valorização, parece estar relativamente barata em relação ao setor e em relação a si mesma. Vejo isso nesse gráfico do valor da ação exceto dividendos ajustado pelo IPCA.

Em relação às participações societárias, como é o setor com mais empresas na bolsa, fiz uma triagem para selecionar aquelas mais relevantes, seja por deterem outras empresas ou por serem independentes e ao mesmo tempo oferecerem um free float razoável. Minha lista é a seguinte:

image

Alguns exemplos de empresas excluídas foram Light e Taesa, pois podem ser compradas através da Cemig, que detém 23% da primeira e 22% da segunda. TRPL, Eletrobrás detém 35%. Equatorial Maranhão, o próprio nome já diz. Isso não é um critério definitivo, mas precisaria haver alguma coisa a mais para uma compra que seja assim específica.

Sobre a EQTL, é uma das que tem maiores múltiplos no setor, mas também um dos melhores históricos de crescimento. Então não vejo ela mais cara do que Engie, que tem múltiplos um pouco menores, tem um bom histórico, mas nem de longe o mesmo da Equatorial.

9 Curtidas

Estou querendo colocar uma transmissora em minha carteira, qual vocês enxergam maior valor nos patamares atuais: TAEE x TRPL?

Já estudei ambas as empresas e estou ciente do risco intrínseco de cada uma. Minha ideia é concentrar em alguma dessa, acumular uma boa quantidade de ações e com o tempo, se for o caso, diversificar.

1 Curtida

Trpl4

1 Curtida

Gosto mais da gestão da TAEE. Gostaria de pegar na faixa dos 28.

2 Curtidas

Então, tô monitorando e se alcançar esse preço vou aportar.

TRPL já vem lateralizando há tempos entre 21~22.

Estou inclinado pela Taesa, pois tem um histórico mais regular na distribuição de proventos ao longo dos anos.

2 Curtidas

E se não me engano a TRPL terá uma boa redução de receita nos próximos anos devdo à RBSE. Mas como não acompanho, não me recordo em que ano isso irá ocorrer.

1 Curtida

A ALUP é na maior parte transmissora também e fiquei com a impressão de estar um pouco mais barata em relação ao resultado ex-RBSE. Valeria a pena colocar na comparação.

1 Curtida

ALUP não cheguei a estudar com muito afinco, mas pelo pouco que li ela possui uma quantidade inferior de concessões em vista da Taesa e Isa, além disso possui um DY muito baixo embora tenha previsão de crescimento assim que muitos projetos maturarem. Vou estudar melhor essa empresa, valeu sr. fouquet.

Eu gosto mais de TAEE, porque não curto muito ações sem tag along, além de parte do resultado da TRPL ser uma indenização do governo. Não que ache uma má empresa.

Boa parte das outras elétricas estão investindo na área de transmissão, como ENBR, NEON e se não me engano a EGIE também.

1 Curtida

O mais legal disso tudo é que as empresas de geração/distribuição estão se mexendo no sentido de buscar concessões de transmissão e/ou criação de fontes renováveis de energia, isso tudo só gera valor ao setor como um todo e expande nosso leque de opções de boas empresas. :smiley:

Não sou muito fã do segmento de distribuição, mas diante do exposto começo a entender o racional que diz respeito a maioria esmagadora dos foristas gostarem e recomendarem tanto a ENBR, pois seu modelo de negócios é diversificado, englobando todos os vértices do setor energético.

1 Curtida

Pessoal, qual empresa vocês acham que está no melhor momento para abrir posição?
Já tenho ENBR3 na carteira, mas tou querendo colocar mais alguma elétrica… Alguma indicação qual começo os estudos?

Engie, Equatorial, Taesa, Transmissão Paulista. Tem várias para estudar.