FLRY3 - Fleury

Na base anual foi relativamente fraco mas comparando 4T 19/20 foi mto positivo.

1 Curtida

No preço atual, nos últimos 12 meses foram quase 5% com a cotação de fechamento hoje. No meu custo deu quase 7%. Vem pagando bons dividendos, mas me parece cara ainda para aportes novos. Preciso ver o release com calma e ver se esse 4T20 pode ser anualizado ou se ainda teremos efeitos da pandemia nos próximos exercícios.

2 Curtidas

Maior Vontade de comprar um desses… Pena que ta um pouco carinho ainda.

8 Curtidas

n tem como anualizar esse valor pq so de teste de covid foram 750 mil no trimestre

1 Curtida

Alguém sabe dizer se há alguma perspectiva da Fleury que ao menos no curto prazo não agradou o mercado? A cotação vem apanhando um pouco e a divulgação dos resultados trimestrais é amanhã.
Quando vejo a cotação caindo assim antes a divulgação de um resultado fico com aquela impressão de vazamento de informação.

1 Curtida

PARD também só apanha, talvez seja a queda nas testagens de COVID

1 Curtida

Tá lateralizando faz 4 anos. Sobe perto de 30, corrige até perto de 24.

3 Curtidas

1T2021 dela sai amanhã

acho q tem a ver com as clinicas fechadas em locais com lockdown, aqui na regiao q moro , tem ao menos umas 5-6 entre fleury e a+ , estavam todas bem movimentadas antes do lockdown do doria

1 Curtida

https://ri.fleury.com.br/fleury/web/download_arquivos.asp?id_arquivo=3FEDD41E-B6B0-4C80-8FD6-8DB28B7C0407

3 Curtidas

A comparação com o 1T do ano passado não faz muito sentido, mas mostra que a empresa conseguiu superar as adversidades da pandemia. Esse lucro líquido dobrando é espetacular, só tem que ver se teve não-recorrentes. Segunda maior receita da história da empresa.

4 Curtidas

Tenho a impressão que muito da receita aumentada são os exames de Covid. Se você olhar, os trimestrais de PARD têm a mesma cara, embora lá o lucro não seja tão vistoso. Então de certa forma pode ser um “não-recorrente”, mas é difícil saber se é só isso mesmo o impacto, ou tem demanda reprimida, inflação, etc

7 Curtidas

“A contribuição dos exames de Covid-19 na Receita Bruta registrou pequena redução em relação ao trimestre anterior, representando 9,7%, na Receita Bruta total, ante 11,1% no 4T20, sendo 7,0% nas Unidades de Atendimento. No B2B, a participação dos exames de Covid-19 foi de 22,4%.
Neste trimestre, a participação dos exames de Covid-19 em relação à Receita Bruta da Companhia teve a menor representatividade desde o início da pandemia.”

4 Curtidas

comparado ao 1T de 2019 cresceu próximo de 20% n tenho o numero exato aqui de cabeça

Então, descontando 10% da receita líquida como aproximação teríamos 804 mi, um avanço de 12% em relação ao ano passado, o que está em linha com outros anos da empresa. Eu diria que a receita do Q1 não foi muito afetada ano passado, é uma base de comparação justa

Sem essa receita a mais, as margens provavelmente cairiam até mais que a receita. Não é nada absurdo, mas dá um gás extra para a empresa sim

4 Curtidas

Uma pessoa do mercado me falou que acredita que a Fleury vai ficar de lado um bom tempo porque independente dos resultados de agora o Mercado acredita que a tendência do setor de saúde é a verticalização (estilo Hapvida, Rede D’or etc) com a consequente diminuição da utilização dos serviços de laboratórios independentes.

Particularmente, acho que não veremo esse tipo de coisa em larga escala tão cedo (talvez nunca). E vocês? O que acham da tese?

4 Curtidas

Bem… Não sou da área de saúde, então não posso falar com toda propriedade, mas não acho crível que qualquer rede hospitalar terá: i) capital, know how e pessoal para tocar paralelamente o segmento de medicina diagnóstica em condições de concorrer com empresas (laboratórios) que se dedicam a essa atividade exclusivamente; ii) capilaridade para manter unidades de exames e medicina diagnóstica em larga escala e espalhadas por todo o país.

Pessoalmente, acho mais fácil essas grandes redes hospitalares formarem parcerias e trazerem unidades da Fleury (ou outros laboratórios) para dentro dos seus hospitais.

De toda forma, é uma boa discussão sem dúvidas e só o tempo trará a resposta. Eu gosto desse tipo de debate, sobre o futuro de determinada indústria/setor, tendo em vista que procuro investir para longo prazo.

5 Curtidas

Eu acho que é esse o ponto. As grandes redes (que eu nem considero mais “hospitais”) adquirirem laboratórios para integrar a sua estrutura. Aliás, isso já está acontecendo, não é novidade para o mercado. Eu só não sei qual o impacto disso na área de saúde como um todo. Eu tendo a crer que a Fleury abocanha uma bela fatia do mercado de laboratórios antes dessas grandes redes se consolidarem de vez. Talvez aí a Fleury seja um ativo bastante desejado para aquisição por essas empresas.

De maneira similar, também gosto de imaginar esses cenários.

1 Curtida
8 Curtidas

Eu achei assustadora a geração de caixa diante do valor de mercado da empresa.

9 Curtidas