GBIO33 - Biotoscana Investments SA

Ela continuar listada na bolsa e se valorizando mais, uma vez que é uma case bem interessante em um mercado bem fechado…mas só estou iniciando…

1 Curtida

eu acho que o valor que a Knight Therapeutics conseguiu de 10,96 foi um otimo preço, e como ela vai continuar sendo listada, penso em manter as minhas…
Numa possível e provavel OPA para fechar capital, ela possivelmente terá que ofertar um preço acima disso, mais ou menos como foi com Parana banco, não acham?

não necessariamente… geralmente eles oferecem um preço que quiserem e a CVM aceita ou não isso… no geral, fala-se muito em uma média dos meses anteriores ao fechamento… como é Brasil, nada impede que até tentem depreciar empresa e balanços, como tentaram com unipar e parece estar acontecendo com cristal agora… No Brasil, adoram chutar o minoritário para fora de negócios lucrativos!

Acho que vale mais do que 10,96, mas vou embolsar meu lucro (dá uns 30-35% e não ser ganancioso), e não me expor ao risco… mas não tem certo ou errado aí… vai do perfil de cada um!

1 Curtida

Penso igual. No meu caso, já caí fora com meus 15% em 10 dias e parti para outra. (no caso, card3).

3 Curtidas

Alguma informação relevante sobre essa queda de hoje?

fato relevante… pagamento de 80% no ato (8.76 por ação), e 20% ao longo de 3 anos… não sei como será o fluxo de caixa para o investidor…
deixei ordem de compra a 8.91

FATO RELEVANTE
ALIENAÇÃO DE CONTROLE - ATUALIZAÇÃO
BIOTOSCANA INVESTMENTS S.A. (“Companhia” ou “GBT”) (B3: GBIO33), um dos maiores grupos biofarmacêuticos da América Latina, vem a público informar, em complemento ao Fato Relevante de 21 de outubro de 2019, que tratou da assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações entre os acionistas controladores da GBT, como alienante, e a Knight Therapeutics Inc. (“Contrato de Compra e Venda” e“Adquirente”/“Knight”, respectivamente), referente à alienação de 51,21% da Companhia (“Alienação de Controle”), que seus acionistas controladores informaram que o Adquirente protocolou, na data de hoje, perante as autoridades canadenses aplicáveis, o formulário 51-102F3, detalhando o seguinte:
O preço de aquisição da Alienação de Controle é de R$596 milhões (“Preço de Aquisição”), sendo R$10,96 por ação ou BDR. A quantia equivalente a 80% do Preço de Aquisição será paga aos alienantes no momento do fechamento da operação e os 20% restantes serão depositados em uma conta escrow, para assegurar a obrigação de indenizar dos alienantes, cujos valores serão liberados em parcelas iguais durante um período de 3 (três) anos, descontadas as demandas nos termos e condições previstos no Contrato de Compra e Venda.
Espera-se que o fechamento da operação de Alienação de Controle ocorra no dia 29 de novembro de 2019, e que seja totalmente financiada por meio de recursos disponíveis em caixa da Knight. Após a conclusão desta primeira etapa, a Knight se tornará acionista controladora da GBT e elegerá seus representantes no Conselho de Administração da Companhia.
Conforme já informado pela Companhia: (i) a Alienação de Controle está sujeita a determinadas condições precedentes usuais neste tipo de operação e não haverá submissão ao CADE – Conselho Administrativo de Defesa Econômica; e (ii) como consequência do fechamento da Alienação de Controle, o Adquirente deverá lançar uma oferta pública para a aquisição das ações e BDRs remanescentes, de acordo com o artigo 12 do Estatuto Social da GBT.
Conforme informado pelo Adquirente, a oferta pública será lançada em termos e condições similares aos da Alienação de Controle e também será financiada por meio de recursos disponíveis em caixa da Knight.
Após a conclusão da operação de aquisição de 100% da GBT, a Knight espera desembolsar o valor total de aproximadamente R$ 1.164 milhões pela aquisição das ações e um total de R$1,318 milhões referente ao entrerprise value, incluindo a dívida líquida de 30 de junho de 2019.

https://www.pressviewer.com/profiles/investor/NewsPrint.asp?v=6&b=2320&ID=91463&m=rl&g=1058

Press Release da knight sobre a compra da GBIO33.
Plano parece mesmo adquirir todo float.
OPA pode levar de 4 a 8 meses.

4 Curtidas

Deixa ver se entendi então, preço de fechamento dela na sexta-feira (dia 13/12) foi de 9,06.
Se eu comprar ela na segunda-feira agora por 9 reais, eu vou ter direito a vender ela por 10,96? Sendo que 8,77 (80%) eu recebo no ato e os outros 20% ao longo de 3 anos?

Ou isso só vale para quem tinha ações quando do fato, e quem comprar agora precisa esperar um novo valor que eles vão definir pelas ações restantes?

Obrigado, nunca participei de uma OPA antes.

Tem direito de vender por 10,96… eu mesmo quadrupliquei minha posição nela (entre 8,80 e 9,05).

Não está claro se vai receber 8,77 e o resto em 3 anos, mas o mais provável é que não (receba todo o valor no ato). Pelo que entendi esses 20% são uma “garantia” caso o controlador anterior tenha pisado na bola em algo… Mas mesmo se for em 3 anos, vale a pena o valor.

1 Curtida

Saiu a OPA. R$10,15 à vista ou R$8,77 à vista + R$2,19 em três anos.

http://www2.bmfbovespa.com.br/empresas/consbov/frmNBC.asp?protocolo=727724&flnk

2 Curtidas

Tenho umas cotas de GBIO . Como a gente faz para participar da OPA? Basta entrar em contato com a corretora e fazer a escolha? E se a gente não fizer nada, o que acontece com as cotas?

1 Curtida

Tenho apenas 1 lote da GBIO33 e segundo o meu entendimento não está compensando deixar o dinheiro parado nela por tão pouco ( de acordo com os valores do OPA), podendo aproveitá-lo neste período de bull market. No entanto, como estou nos primeiros passos gostaria de outras opiniões que tlvz tenha passado despercebido…

1 Curtida

Sim, há um custo de oportunidade aí, principalmente porque não temos a data da OPA.
Mas nada lhe garante que após a venda do lote a mercado vc vai entrar em uma posição vencedora.
Tenho muitos lotes, mas como representam relativamente pouco na minha carteira de ações (uns 7%) e estou tendo retorno muito positivo nas demais posições, particularmente, vou aguardar o desenrolar da OPA.
Como o valor ofertado será corrigido pela taxa SELIC, de certa forma, virou um título de “renda fixa”.
É bom registrar que a OPA embora tenha grandes chances de ser exitosa pode eventualmente não acontecer (acho mínima essa chance). Nesse cenário improvável, se acredita na tese da empresa e na evolução dos múltiplos, não faria sentido vender.
Ressalto, a decisão acaba sendo pessoal, registro apenas as minhas impressões particulares.

1 Curtida

tenho uma posição em torno de 4% da carteira nela… Já estou considerando renda fixa. Vou vender na OPA pelo 8,77 + 20% em três anos (10,96). Que é um upside de 8% acima da SELIC.
Como o preço da OPA a vista é 10,15, dificilmente caia o papel… vai ficar oscilando ao redor de 9,90 a 10 até sair a data da OPA, e próximo a ela a 10,15. Talvez nesse meio tempo até role dividendos, não sei como funciona para empresa em OPA.

Ah, e como falou o canuto, ainda tem a possibilidade da empresa deslanchar nesse meio tempo e passar a valer mais… meio difícil pela condição do mercado na Argentina. Mas ser parte da Knight therapeutics talvez seja uma boa. Ou seja, pode participar de um potencial (mas remoto) upside da empresa.

Ainda há a questão de arriscar e não vender na OPA. Daqui a pouco eles devem fazer uma oferta de fechamento de capital e oferecer um bônus. Mas isso acho mais arriscado.

Por outro lado, esses 20% para quem quiser os 10,96 ficam contigenciados para potenciais dívidas do controle anterior… há uma chance de não te pagarem (acho pequena). A Suno recomendou venda a 10,15 na OPA… por falar que não compensa o risco, e é só 7% a mais de preço. Na verdade discordo totalmente… no cenário 1 é 10,15 no ato, o cenário 2 é 8,76 no ato e 2,19 ao longo de 3 anos… assim, o que deixa de receber na OPA é 1,39 (risco) e recebe 2,19 depois (retorno)… esses 80 centavos são 57,5% em cima do risco.

2 Curtidas

Não sabia desta possibilidade, na verdade fiquei bastante frustrado por acontecer este OPA. Achei o case bem interessante e diferenciado…mas obrigado pelas suas considerações!

1 Curtida

Como disse sou novo na área, por isso fiquei com um dúvida: OPA não é fechamento de capital? Há possibilidades de ainda ficar negociada na bolsa?

OPA é uma Oferta Pública de Aquisição… controlador abre principalmente em dois cenários: a) troca de controle, para exercer obrigação do tag along, b) vontade de fechar capital.

O mais provável é que a maioria venda agora e na sequencia eles façam um pedido de fechar capital da empresa. E aí tenha outra OPA para as ações remanescentes.

Anyway, meu plano é vender nessa OPA e era isso.

1 Curtida

Bom texto sobre OPAs:
https://www.investidor.gov.br/menu/menu_investidor/ofertas/opas.html

Muito obrigado pela explicação.