Opções


#21

Agora dois exemplos de operações básicas:

  • trava de baixa:

tb1

tb2

  • trava de alta:

ta1

ta2


#22

Legal, Cadu.

É isso ai.

Em que casos seria melhor utilizar a compra a seco ou a Trava de Alta?

Em que momentos entrar com as travas ou a compra a seco? Momento gráfico do papel, digo eu?


#23

A compra a seco te permite fazer uma compra fora do dinheiro, por exemplo, com pouco capital, e embora a probabilidade de acontecer seja menor, o ativo pode ter uma forte alta o seu lucro pode ser muito grande.

Exemplo, compra a seco de PETRG46
Sem%20t%C3%ADtulo

cs2

Sobre qual estratégia usar p/ as travas, uma que gosto é do IFR. Em momentos que o ativo estiver em sobrevenda no IFR, pode usar uma trava de alta, e em momentos de sobrecompra no IFR pode usar uma trava de baixa.


#24

Esses graficps q vc usa sao da plataforma?


#25

Não, é de uma planilha excel que eu montei.


#26

Certo, mas onde você pega os dados das opções.

Por exemplo, no profitchart parece que tem tudo completo com valores, beta, esse tipo todo de coisa. Sei que o Baster tem isso para os assinantes.

Tem algum lugar onde pegamos essa “tabela” gratuitamente?

Aliás, rsrsrsrsrs…deixa o Baster ver vc dizendo que não gosta da venda coberta kkkkkkkkk como é mesmo…voadora do Baster kkkkkkkkkkkkkk


#28

Boa noite! Bom eu recentemente (6 meses) fiz cursos com o professor da Infomoney o japinha nerd das ‘ESTRUTURADAS’ e com o Valerio Kung, considero eles dois excelentes trader de opcoes e otimos professores, tambem posso ajudar indicando livros basicos e materias mais complexos. Eu basicamente li ate hoje 2 livros para iniciantes do ‘Bastter’ (tem material muito bom no site dele)e um livro top bem avancado com mais de 380 estrategias (embora nem todas tenham liquidez p mercado brasileiro).

Enfim, mercado de opcoes tem centenas de possibilidades, eu gostaria de saber qual o objetivo do forum, seria usar opcoes para remunerar capital(%), seria para proteger de quedas e poder participar da alta ate um certo limite (hedge) ou seriam opcoes especulativas?**** Digo isso pois se eu for falar o que eu faco hoje, nem daria para explicar, teria que ter um foco e dou o suporte…

Eu tenho minhas estrategias basicas, Lancamento coberto e travas de baixa e de alta, sao estrategias que eu INICIEI no mercado a 7 anos e peguei o gosto e faco ate hoje. Ao contrario do Cadu eu gosto de fazer o lancamento coberto e para mim no longo prazo sempre foi vencedora, mas eu tenho um setup (baseado em tendencia e no IFR2) e com base nisto eu defino aonde vender as opcoes e o quanto vender). Ultimamente estou aderindo as estraegias do Valeiro Kung (straddle) e as operacoes calendario (do japa professor da infomoney), sao muito bem lucrativas, mas ai assunto avancado, tem que operar a VOLATILIDADE e nao o preco. Tambem venho operando opcoes a seco de 0,05-0,06 cents com limite de 10 dias uteis de carrego…

Enfim, voces podem comentar aqui seus trade ideais (cenarios para o ativo). E eu vou ajudando nos detalhes da operacao e esclarecendo duvidas. Dica: liquidez apenas para petr4 e vale3. Da para negociar BBAS3,ITUB4,GGBR4,B3SA3, mas tem que ser apenas poucas pontas, nada muito complicado e de preferencia CALL. Eu opero para ser sincero mais de 20 ativos para lancamento coberto. Sao 20 ativos na minhas carteira hoje. Mas eu sei como me defender e quando vou ser mais conservador ou agressivo, pois apesar de ter uma pequena liquidez para mais de 30 empresas para lancamento coberto na bolsa hoje, para encerrar QUANDO o preco corre demais, tu nao tem como sair fora, ai tem que deixar ser exercido… Nao pode se importar de ser exercido… (para isso faca lancamento coberto acima de resistencias, buscado taxa media de 1% a.m ou ponto aonde voce nao se importaria de entregar o ativo).


#30

A vol da vale esta comecando a cair… Se ativo der uma repicada, fechando o GAP em 49,50/50… seria um cenario mais interessante para comprar put ou montar um put spread (custo menos que a compra a seco). Vol da VALE3 bateu 40% a.a. agora ta 32%, se ativo sobe a vol geralmente cai e fica mais barato comprar put. Vol normal de vale3 gira na casa de 25-30% nos utlimos meses. Nessa patamar de volatilidade que vale a pena montar estrategias direcionais.


#31

Trava de alta monta quando acha que vai subir simples, mas tu nao tem certeza da sua ACELERACAO pode subir lentamente, ai tu montando a trava de alta tem mais chances de ganhar dinheiro. Se tu compra uma opcao a seco CALL acreditando na alta, tem que ser uma alta FORTE, se nao caso contrario mesmo subindo tu perde, aind amais agora com essa VOL cara de PETR4 e VALE3, papel pode subir 2-3% e sua opcao nem se mecher…

Entao, resumindo… Tu tem que se perguntar 3 coisas: Acho que a alta vai ser lenta ou forte? Depois ver a VOL, ta caro ou barata? (como ver a vol? so com plataformas ou assinaturas em sites). Terceiro, definir um limite de risco e capital operacional e sempre seguir a estrategia (eu utilizo para travas de alta geralmente 1.000-2.00 reais no risco e compras a seco nao mais de 1.000 real). Mas opero frequentemente como um setup, tenho pontos de saida e aumento de posicao, como se fosse um trading sistem. Geralmente faco reduzao ocm rentabilidade de 30% depois nas travas encerro quanto bate 80% de lucro, do lado oposto se perder, tenho um limite de tempo ou prejuizo maximo de 50%). abrs!


#32

Muito legal, Matheusql!!!

Como falei tenho pouquissima experiencia!!

Vi uns videos no youtube, e tenho um livre básico do Baster, acho que o primeiro dele, no qual explica o funcionamento das travas , e outras coisas.

Quanto à volatilidade entendo pouco sobre isso, e pelo que vi tenho de entender mais. Por exemplo, aquele quadro do Baster para quem é sócio lá, seria uma boa para trabalhar com opçoes ou precisa de mais informações do que aquilo?

Meu interesse, basicamente seria mesmo nas travas de baixa e alta(talvez algumas compras a seco). Penso que meu objetivo seria tirar proveito do momento de alta, bem como dos momentos de baixa, não sei se isso se encaixaria como especulação, talvez sim! A questão do hedge para a carteira, dos lançamentos de coberturas no momento não me interessa tanto, até porque não estou com carteira para o LP. Claro que estando comprado aqui e ali, dando para fazer um hedgezinho hora ou outra pode ser uma boa, mas a questão é mesmo tirar proveito dos movimentos do mercado, mas sem arriscar dinheiro alto, operar pequeno, sempre pequeno…rsrsr

Como falei estou por fora do lance da volatilidade, o que tenho feito é analisar a questão da tendencia, do suporte, resistencia, algo bastante baseado em MME e HMACD, pois para mim analise grafica é mais para tendencia mesmo, procurando operações mais longinquas e não tão curtas.

Pelo visto, entendendo como fazer corretamente e na momento essas estratégias basicas que vc e o Cadu usam, para mim já estaria bom demais. Mais para frente, havendo tempo e interesse, poderei estudar essas estruturadas do japones, por exemplo.

A questão tb é tempo, como não posso estar on line durante o pregão, tenho de ajustar as coisas no periodo da noite, e de dia entrar para dar uma olhada como está e arrematar, não mais que isso.

Bem, é isso…baseado no que falei, fique livre para dar mais opnioes e subsidios e seguimos conversando.

Grato e abs.


#33

Muito legal sua experiência.

Sobre a venda coberta ser lucrativa no LP, quanto a isso não tenho dúvidas. A questão é, foi mais lucrativa comparando somente se vc só tivesse comprado a ação? Em Petro pode até ter melhorado um pouco o resultado total (sendo que no geral deve ter sido fraco, pois o ativo não tem performado bem), mas em VALE certamente não, pois o ativo vem em uma alta de LP. Este é meu pto, vc está comprado em um ativo que acredita em valorização de LP, mas está sempre lançado com venda coberta limitando seus ganhos na alta, e te protegendo pouco nas quedas. Por isso citei que considero o Seagull uma estratégia muito superior p/ hedge do que venda coberta.

E só p/ ressaltar que estou falando do clássico venda coberta como hedge do ativo posicionado no LP. Se vc usa o ativo + venda coberta p/ trades de CP, aí já seria outro papo.

Se uma empresa tipo TAEE11 tivesse boa liquidez em opções, aí sim seria um paraíso fazer venda coberta nela. Pois tem pouca volatilidade e paga alto DY, aí sim casaria muito bem.

Sua estratégia do IFR2 + tendencia é aquela de compra acima do IFR2 a 50, e com a cotação acima da MME100?


#34

Ah sim, na Investcharts tem esta área de Opções com tudo isso aí.


#35

Legal q a plataforma tem isso.

Pelos mesmos 140 reais ou ha um modulo especifico para opçoes?


#36

Já vem no padrão, sem necessidade de módulo específico.


#37

Cadu…esse setup do Ifr2 mme 100 so funciona p compra? nao se encaixa na venda?


#38

Pra venda ainda só testei superficialmente, mas presumo que usando ele no inverso, IFR2 abaixo de 50 e cotação abauxo da MME 100, funcione sim.


#39

Quanto a VOL, no Bstter blue tem a volatilidade dos ativos sim, cabe a voce acompanhar em e anotar os dado, eu anoto em uma planilha, tenho apenas 3-4 meses de dados historicos, mas p curto prazo ja da p saber se ta caro ou barato. Exits um site tambem bom chamado, https://www.oplab.com.br/.

Cadu, quanto ao lancamento coberto depende muito da sua estrategia, tambem tem que saber quando nao vender e quando vender. Se eu vejo que a tendencia ta forte de alta eu procuro nao vender e aguardo a ultima semana de vencimento de opcoes, aonde eu vendo alguma opcao para ganhar em torno de 0.6%-1%, geralmente vai ser a proxima opcao OTM ou o strike seguinte, dando uma gordura ainda. A questao minha seria que, vai ter meses que deixa de ganhar algo claro, mas nestes ativos, PETR4,VALE3,ABEV3,B3SA3,BBAS3… sao ativos consolidados, nao vao dobar de valor tao facil, as altas sao de escadinha, ativo nao sobe mais que 10% em um mes (claro que tem excecoes). Mas na media tu consegue trabalhar bem.

Por exemplo eu comprei petr4 a 13,00 pos JOESLEY day, fui de all in todo meu capital, fiquei fazendo lancamento coberto TODOS os meses durante 1 ano. Quando petr4 bateu 25,50 eu fui exercido e cai fora do ativo. Durante esse tempo eu entreguei a acao 2 vezes apenas (sendo exercido e 10 vezes nao fui exercido). E o ativo dobrou de preco em 12 meses… na media ganhei dinheiro pela venda coberta. pois eu vendia sempre OTM em cima de resistencias, e quando tava esticado demais eu vendia ATM e zerava apos uma correcao a venda, deixando o ativo voltar a subir, ou seja, tudo questao de estrategia e timing, na media mais ganho que perco. Hoje estou encarteirando VALE3,TAEE11, EGIE3 nesses precos, p longo prazo. Minha ideia fazer o mesmo de petr4, mas vou buscar uma taxa de remuneracao maior (vender opcoes mais proximos do preco) para ganhar na media 1,5% a.m. Sei que vou ser exercido mais vezes, mas quero buscar renda com elas e ser acionista. Sei que sao otimos ativos, mas nao vejo elas tendo fortes altas a ponto de multiplicar de valor nos precos atuais. VALE3 ja tem market cap de 260B e egie3 de 25B. sao empresas que fortes altas vao ser administradas com venda coberta. Taee11 seria a unica que eu nao me importaria de ser exercido, eu fiz lancamento coberto em TAEEG50 (19,50) bem proximo recebendo R$ 0,33. Se ativo nao esticar vou fazendo gordura, quando desabar eu compro mais acoes e vendo opcoes mais OTM (longe do preco) ou espero repique para vender… e quando ele explodir subindo mais do que planejava, paciencia, uma hora volta para suas medias moveis e eu compro e continuo os lancamentos…

Quanto a setup… vejo a tendendia com o IFR2. Se ativo ta em alta, acima das medias (e acima da media de 72-144-200- sao as 3 medias que utilizo p longo prazo). Eu espero uma sobrecompra no IFR2 atingindo mais de 90… e quando perde uma minima no grafico diario ou bate em um alvo forte de resistencia eu lanco as opcoes ATM ou OTM. Depende da forca da resistencia. Sempre que o ativo cai abaixo de 10 no IFR2 eu compro mais acoes e espero IFR2 voltar a atingir niveis de 80-90 para fazer o lancamento.

Agora quand ativo ta em queta ou consolidado, eu nao tenho um setup, eu apenas vendo opcoes acima de pontos fortes, aqueles que se passar altera a tencidencia de curto/medio prazo. Se nao passa vou fazendo caixa. E quando passar eu devo zerar as opcoes se conseguir liquidez e depois mudo a estrategia para a de cima que falei (medias + ifr2)


#40

Abev3 seria o case mais interessante na minha opiniao pra afzer lancamento coberto. Ativo ja vale quase 300B na bolsa. Nao vai dobrar de valor, altas sao mais modestas. Com essa forte queda, quem for comprando, so basta ter uma estrategia de lancamento coberto eficiente que consegue turbinar seus rendiemntos.

Ah outra coisa existem manerias de turbinar seu lancamento coberto tambem, mas ai tu abre mao de ganhar na alta, mas defende melhor na baixa e remunera ate 5-8% no mes se ativo ficar consolidado (depende do ativo claro, abev3 deve ganhar nos 5% em vale3 ja ganha mais proximo de 7%). EX: compra o ativo + trava de baixa na proporcao 2:1. vende 2x mais. montando essa trava de baixa ATM ou levemente OTM, ativo ficando parado ou leve queda ou alta tu ganha 5-8%. Isso seria perfeito no cenario hoje pos repique de mercado, tendencia etsa de baixa, vol ta alta… entao vendemos vol. Nos protegemos de parte da queda e remunera ativo.


#41

Muito bacana as estratégias, e obrigado por compartilhar conosco!

Não sei se vc já usou, mas eu gosto de usar o indicador ATR para analisar a volatilidade, que ao meu ver facilita muito:


#42

Cadu…diz ai como usa o Atr