Analise Fundamentalista


#139

Na verdade eu pesaria os dois. Porém independe do cenário macro, o fato da rentabilidade ainda não ter apresentado uma recuperação consistente é o que ainda não me fez comprar Hgtx, pelo menos não nestes patamares de preços. A questão do risco x retorno cabe a cada investidor pesar, o principal é conhecer cada um dos ptos.


#140

No setor de varejo quais empresas te chamam mais atenção? Você sabe tudo de AF, eu estou começando agora. Quero desenvolver o racional, então, poderei comparar com HGTX3 e olhar as diferenças.


#141

Neste setor, eu destacaria as seguintes empresas do pto de vista de AF, seguindo em ordem de atratividade com base no ranking da nossa plataforma:

GRND3
HGTX3
VULC3
CGRA3
CTSA3


#142

Boa tarde pessoal!

Fiz a leitura dos artigos sobre Principais Indicadores de Análise Fundamentalista (Partes 01 e 02) e achei muito bom! Parabéns!

Agora 2 dúvidas:

  1. No artigo 01 comentou que existem muitas empresas que possuem os seus indicadores inflados, ou seja, eventos não operacionais que aumentam em muito o lucro líquido da empresa, distorcendo os indicadores e que comparando o valor do EBIT com o valor do Lucro líquido conseguimos ver essas distorções pois se tivermos uma empresa com o Lucro Líquido muito superior ao EBIT, já podemos desconfiar que os indicadores estão distorcidos.
    Onde consigo ver o EBIT? (Só achei o EV/EBIT na aba de indicadores qualitativos e acredito não ser a mesma coisa certo?)

  2. No artigo 02 fala sobre a margem líquida não ser negativa e quando cita o exemplo de uma empresa (a PMAM3 ) dá esse indicador em Percentual, porém não achei na plataforma esse indicador em forma percentual, apenas em número na área de gáficos.
    Tem em algum outro lugar?


#143

Obrigado @hiuston

1- Tem 2 maneiras. Pode checar isso nos gráficos, onde tem o gráfico da variação do EBIT, e outro gráfico com a variação do Lucro liquido. Ou então na aba Indicadores informativos, onde EBIT = Resultado Operacional.

2- É só olhar o valor do lucro liquido anual. Se for negativo, significa que a empresa apresentou prejuízo, logo a margem líquida é negativa. Mas na próxima versão da plataforma, a sair em breve, irá contem também os valores da margem líquida.


#144

Cadu, gostaria se possível uma ajuda para entender o que estou fazendo de errado. Com base nos seus comentários sobre MPLU3, comecei a fazer alguns estudos em alguns papéis para buscar entender melhor o racional. Sempre gosto de fazer os meus próprios calculos para conseguir entender de onde vem todos os números. Porém, meus números não batem com os da plataforma e por isso acredito que estou fazendo algo errado.

Pegando especificamente o dado P/L de KROT3, poderia me auxiliar?

4T17
LUCRO 12 meses: 1.882.316
Qtda ação: 1.640.650
LPA: 1.15
Preço atual: R$ 12,81 (na plataforma está R$ 14,53)
P/L Atual: 11.17 (Calculando com base no preço da plataforma daria P/L de 12.66, mas na plataforma esta 12.53)

3T17
LUCRO 12 meses: 2.362.470
Qtda ação: 1.640.650
LPA: 1.44
Preço 30/09/17: R$ 20,05
P/L 30/09/17: 13.92 (Na plataforma P/L de 12.69)

2T17
LUCRO 12 meses: 1.786.731
Qtda ação: 1.640.650
LPA: 1.09
Preço 30/06/17: R$ 14,87
P/L 30/06/17: 13,65 (Na plataforma P/L de 16.11)

Fiz esses cálculos até 4T14 e não consegui fazer bater com a plataforma nenhuma vez rsrsrs. Devo estar cometendo algum erro básico, por isso peço desculpa desde já. Se for possível me orientar lhe agradeço muito.

Abs


#145

Dando uma olhada rápida, achei uma diferença no número de ações.
Segundo consta no balanço anual de KROT:

krot


#146

Obrigado Cadu. Corrigi a quantidade, porém os números continuam divergentes. Coloquei abaixo a tabela que fiz para ver onde estou errando.


#147

Chequei aqui, e os seus cálculos estão corretos. Provavelmente esta pequena diferença entre o valor do indicador da sua conta para a plataforma esteja na cotação usada na respectiva data.
A fonte que usamos para capturar os dados da cotação esta enfrentando um problema temporário, e estamos vendo uma solução para isso. Por isso a cotação não atualiza há alguns dias.


#148

Então quer dizer que entendi o conceito e consigo reproduzi-lo. Agradeço a paciência! Espero logo poder estar contribuindo com o fórum com análises, não com dúvidas hehehe.


#149

Um modo fácil de se ver isso é olhar os micos desta lista antiga abaixo. Quando montamos este critério no antigo forum do infomoney, há 8 anos atrás, chegamos a este lista de ativos classificados como mico:

AGEN11 | CTPC3 | IMBI4 | RPMG4
ARLA4 | DHBI4 | INET3 | RSUL4
ATBS3 | DOCA4 | LARK4 | SCLO4
BGPR3 | DTCY3 | LHER4 | SJOS4
BIOM4 | ECOR3 | MAPT3 | SNST3
BUET4 | ESTR4 | MILK11 | SQRM4
CAFE4 | FPXE4 | MNPR3 | STLB3

Cadu, fiquei em dúvida com a ECOR3, porque ela seria considerada mico?


#150

Muito bom!!! Na expectativa! :clap::+1::star_struck::anguished:


#151

Ops, erro de digitação, era na verdade ECOD3. Vou corrigir lá.


#152

@Pelicano, acho que nesse P/L também tem embutido a perspectiva de crescimento da empresa.

Qual a chance do Itaú dobrar de tamanho (crescimento) nos próximos anos? Não é impossível, mas improvável. Visto que ele já é o maior banco do Brasil e o CADE já deu pistas de que vai começar a negar fusões e aquisições para os grandes bancos.

Quanto maior a perspectiva de crescimento da empresa, maior será o seu P/L. Se avaliarmos o Magazine Luiza como exemplo, o P/L referente aos balanços de 2015 era de -3 por conta dos prejuízos que a empresa vinha sofrendo. Em 2016, subiu para pouco acima de 3. Em 2017, quando os investidores perceberam que os resultados da empresa melhorariam muito, o P/L subiu para 40 pois a cotação antecipou um resultado que ainda não havia sido divulgado.


#153

Exatamente. O indicador P/L na verdade serve para mostrar a expectativa de crescimento do lucro da empresa nos próximos anos pelo mercado. E este serve de parâmetro, para nós que usamos AF, analisarmos se o valor precificado está abrindo uma boa oportunidade de investimento ou não, pois vale lembrar que o mercado é ineficiente.


#154

Vocês tem razão!!! O P/L também tem de ser analisado desta maneira!!

Mas mesmo assim, a colocação foi em relação à RENT3, por exemplo.

Essa empresa tem um P/L bem maior que o ITUB4 e não creio que esteja crescendo aceleradamente(disse, creio, não estou agora de posso dos numeros da empresa). Minha colocação é no ponto de que seria normal o P/L do ITUB não se mover com a velocidade da MGLU, da RADL, mas penso que essa é uma empresa que “merecia” um P/L na casa dos 25 ao menos. Mas esse P/L de 12 a 15, parece que é histórico para o ITUB e o BBDC.


#155

Olá pessoal,

Primeiro post aqui estava revendo umas discussões antigas do domingos lá no fórum do infomoney.
Achei interessante o PSBe, conhecia só o FCD.

Pergunta como vocês calculam a constante da fórmula? E que amostra é utilizada para montar a constante, índice bovespa ou todas as ações lá?

Fiz um teste com base no post do Cadu no dia 5/02/2018 para a PSSA3 (porto seguro), aonde o PSBE iria para um preço alvo de R$ 86,47 segundo aquele post. Eu fiz o cálculo por conta tentei adaptar o valor da constante para 6,25 (não calculado), cheguei no valor que o Cadu mencionou. Preço alvo em R$ 86,47 e VE PSBe em R$ 27.956.235.079.
Se eu mexer na constante para 6,5, tenho os valores, R$ 86,94 e R$ 28.108.532.832 respectivamente. Pergunta ao Cadu esses valores estariam corretos?

Gostaria se fosse possível retomar as discussões sobre a fórmula, apesar de sabe que ela pode ser incorporada na plataforma no futuro.


#156

Em breve será possível incorporar essa e outas fórmulas de forma customizada ao gosto do usuário…


#157

Seu cálculo está correto sim @am2net

Podemos debater sobre a formula sim. Eu vejo o PSBe um ótimo complemento frente ao FCD. Isto pq o PSBe leva mais em conta valor, ao passo que o FCD leva mais crescimento. Outro pto interessante do PSBe é que ele consegue desenvolver o preço alvo mesmo com a empresa apresentando prejuízo no resultado anual, algo que o FCD não consegue.

Por outro lado, o PSBe tende a distorcer um pouco o resultado com empresas de margem liquida pequenas (abaixo de 4%), e também em empresas com PL diminuto (como é o caso de MPLU3).


#158

Pra quem investe por dividendos pode ser interessante o indicador shareholder yield (sy). Se não for complicado implementar pode ser uma boa.