ETFs no Exterior

porque você quer ter VNQ e NOBL? não vejo muito sentido

1 Curtida

Gostei da sua carteira. Simples e objetiva. Irei entendê-la melhor. Obrigado,

1 Curtida

Obrigado pela mensagem. Estou muito concentrado em USA. Confesso que não consigo ser tão confiante nos demais mercados.

VNQ pela questão dos imóveis (assim como VOO, sempre foi o primeiro ETF que pensei em investir quando iniciasse os investimentos fora). Além disso (embora não sejam iguais), tenho muito apreço pelos FIIs aqui no BR. Nobl é a que eu mais tenho dúvida, mas seria pela perpetuidade.

Obrigado amigo. Se quiser trocar mais ideias estou à disposição.
Abraços.

É justamente isso.
Precisa fazer uma carteira que você fique tranquilo (tanto quanto possível né rs), e só você vai poder aferir essa variável.
Tem um monte de setores que eu acho legal, ou que estão badalados no momento, ou que o pessoal recomenda por aí, mas nem todos se encaixam no que eu quero pra mim.
Lógico, às vezes a gente vai errar, mas isso também faz parte do jogo.

1 Curtida

Das duas eu ficaria com a primeira, apesar de eu pessoalmente ter escolhido não ter DGS e DGL.
O motivo é que prefiro VT com todos mercados e depois pesar em algo que gosto do que ter um foco muito grande nos EUA.

Isso porque apesar de saber que os EUA tiveram um retorno muito melhor que o resto do mundo nos últimos anos, não dá muito pra garantir que não vai ter uma reversão a média e outro país vai ser sair melhor. Assim não importo de pesar mais a mão num país, mas tento não excluir nenhuma geografia.

Eu escolhi ter VT + etfs de valor (USA, Small caps e internacional) + REITS. E estudando se coloco um ETF de empresas mineradoras de ouro ou prata (baixo retorno esperado, mas muito descorrelacionado), ou algum etf de momentum.

1 Curtida
  1. Eu não curto esses fundos muito amplos.

  2. Para EM eu prefiro o XSOE que não tem estatais.

  3. Todas as empresas do NOBL estão no VOO, então, só faz sentido se você quiser aumentar o peso nelas.

:wink:

1 Curtida

Amigos, vcs já entenderam pq toda a “pira” em cima dos ETFs da Avantis?
Até as alocações do Paul Merriman (geralmente conservador) passaram da Vanguard pra Avantis. E no Reddit do boggleheads e ETFs muita gente tem falado bem, também. Mas até agora não entendi qual a revolução rsrsrs.


image
3 Curtidas

O que lembro de ter visto é que os fundadores eram membros importantes do DFA, empresa de fundos muito ligada com a pesquisa financeira, que tem até o Eugene Fama.

Vi bem por cima, mas pelo que entendi eles usam o fato de ser gestão ativa e não tão presos a um índice pra aumentar a exposição a valor e também controlar por qualidade (o que se espera que aumente o retorno da estratégia).

Acho também que eles tem o único fundo de Smallville caps de valor internacional que lembro de ter visto. DLS e uma aproximação pelo dividend yield.

EDIT: vi agora o site do Paul Merriman e no caso dele é isso mesmo. Maior exposição aos fatores.

1 Curtida

Muito interessante mesmo, vou ler um pouco mais de opiniões por aí.
Ainda assim fico na dúvida se vale a pena pagar o extra na taxa de administração por ser gestão ativa.

1 Curtida

Ainda não instalei a plataforma da TSG, mas finalmente consegui utilizar a IBUK.:smiley:
Sabe dizer se eles cobram aquela taxa de manutenção de USD 10 (que pode ser utilizada em corretagem)? Ou quem abriu via TSG fica isento?
Realmente o site deles é muito confuso. :confused:

1 Curtida

Que eu saiba, a TSG tem um depósito mínimo que esqueci o valor, mas não tem manutenção. Se você abriu conta por ela, é o que vai valer, creio que ela só acessa a IBKR

1 Curtida

image

2 Curtidas

Foi o que entendi também. Mas o site da IBKR UK é muito confuso.
Por enquanto só realizei operações diretamente pelo website da IBKR, ainda não usei o TSG. Também é essa minha dúvida: será que sou obrigado a usar apenas o aplicativo TSG para usufruir do plano sem taxa de manutenção?
Bom… Enviei uma mensagem para o suporte e, tendo alguma novidade, postarei aqui.

1 Curtida

É uma boa, TSG é um território inexplorado, bem difícil achar informações

Eu entendo que eles são só um intermediário mesmo, se não você nem teria acesso ao site da IBKR. Devem ganhar comissão captando clientes e vendendo a plataforma/produtos deles, ou algo assim, mas sempre entendi que o sistema deles era o da própria IBKR

1 Curtida

Nem todo herói veste capa
Valeu, ravenx!!!

2 Curtidas

Não estão me cobrando

1 Curtida

How Biden’s Tax Plans Will Benefit ETFs

Last month, it was reported that the Biden administration is planning to almost double the capital gains tax rate on wealthiest individuals. Those earning $1 million or more could pay up to 39.6% in capital gains, which along with an existing surtax on investment income, could result in rates as high as 43.4%.

Given very slim majorities that Democrats hold in both the Senate and House, passing of any aggressive tax proposal is unlikely, but many investors are already preparing to make changes to their investments. Further, just a quarter of stocks are held in taxable accounts in the US and hence the impact is not likely to be huge.

One area that will greatly benefit from any increase in capital gains taxes is ETFs as they are very tax efficient specially compared with mutual funds. Since most ETFs track well-known market indexes, they usually experience lower turnover compared with actively managed funds and thus create fewer “taxable events” that result in tax liabilities.

But more importantly, ETFs are generally more tax efficient due to the way they are structured. In case of ETFs, creation and redemption are “in-kind” transactions and thus there are no tax implications. On the other hand, for mutual funds, creations and redemptions are cash transactions that result in tax liabilities.

2020 was a great year for ETFs, with inflows exceeding $500 billion, while mutual funds lost about $362 billion, per Bloomberg data and the trend has accelerated this year with 2021 ETF inflows already exceeding the last year’s total.

O que acham da minha carteira?