LOGG3 - Log Comercial Properties

#1

RESULTADOS 1T19

DESTAQUES:

✓ Entrega expressiva de 75 mil m² de ABL (64,8 mil %LOG), sendo 88% locados.

✓ Yield on Cost nas entregas de 12,7% a.a., em função de maior eficiência no ciclo construtivo.

✓ Vacância do portfólio estabilizado de galpões de 5,3% em março/19.

Lucro Líquido aumentou 22% em comparação ao 1T/2018

6 Likes

#2

Ótimo resultado. Como na minha análise o setor de logística tem muito potencial, vou analisar depois a empresa.

3 Likes

#3

Muito interessante o ativo. O gozado foi que no meu planejamento p/ 2019 citei que meu foco seria no setor de logística, mas que não tinha achado nenhuma empresa do setor em ações atrativa. Porém não tinha analisado LOGG ainda. E gostei do que vi.

É uma empresa com um forte crescimento, sendo que quase metade de seus ativos ainda estão em construção. Ou seja, já entregou uma ABL de 817M, mas tem potencial p/ chegar até a 1,477B. Por conta disso o mercado está dando uma precificação baixa pro ativo, com um P/VP de 0,57.

logg

E tem uma vacância baixa, e decrescente.

logg2

A empresa apresenta uma margem de FFO muito grande, de 44%, o que gera uma atratividade muito grande.

O caixa que vem sofrendo uma boa redução. A empresa tem até conseguido com sucesso rolar sua dívida, aproveitando a queda da selic e trocando por juros menores, mas neste forte ritmo de crescimento é inevitável que a empresa precise de novas captações de capital. Este talvez seja o único pto p/ ficar mais atento.

Agora calcular o preço alvo aqui é uma tarefa difícil, pois temos uma empresa com um forte potencial, mas que só está operando com praticamente metade de seu patrimonio. Mas segue abaixo:

Empresa LOGG3
Cotação atual 17,60
Preço alvo pelo PSBe esta em 40,07 com potencial de crescimento de 128%.
Pelo FCD, utilizando uma taxa de crescimento de 30% ano, p/ os próximos 5 anos, com 9% de taxa de desconto, chego a um valor de 31,13.
Na cotação atual, e considerando uma perpetuidade de 0, o mercado esta precificando pelo FCD um crescimento anual de 24% p/ os próximos 5 anos.

10 Likes

Avisos de Compra e Venda & Debate Sobre Carteiras
Avisos de Compra e Venda & Debate Sobre Carteiras
#4

@cadu essa analise que vc fez foi levando em consideração o futuro aproveitamente desses 40% do patrimonio , na execução do que ela pretende ou essa analise foi levando em consideração apenas o que esta sendo efetivamente ultilizado atualmente ?

1 Like

#5

Levei em conta o potencial futuro de crescimento, com os novos projetos.
O risco maior seria a empresa se alavancar muito e não conseguir mais financiar seu forte crescimento, tendo que fazer subscrições ou até mesmo venda de ativos.

1 Like

#6

Entendi…Então vou continuar acompanhando ela para verificar a capacidade dos gestores de conseguirem tornar operacional todo esse patrimonio atualmente parado.

0 Likes

#7

Cadu,

Primeiramente parabéns pelo Fórum!
(pelo que vejo você é o fundador, estou certo?)

Venho de outros fóruns, acompanho este aqui há muito tempo e acabei tomando atitude de me cadastrar e contribuir depois que percebi a excelente organização e moderação do mesmo.

Sobre LOGG, possuo uma pequena posição em minha carteira (cerca de 7-8% do portfólio total) e fico feliz de estarem analisando o case seriamente neste fórum.
(nos outros o ativo é deixado bem de lado, sem falar os abutres negativos que só sabem questionar o P/L atual do ativo).

Gostei da sua análise e gostaria de ressaltar alguns pontos
(Me corrija caso você discorde de algum deles):

Sobre o problema de novas captações: Apesar da primeira capitação via subscrição não ter obtido muito sucesso (somente o controlador subscreveu o prometido), a empresa buscou no mercado a solução para captar os outros 100MM restantes (emitindo debêntures a custa baixo), logo, acredito que esse problema poderia facilmente ser solucionado no futuro, até mesmo porque um dos motivos que levaram a subscrição a não ter muito sucesso foi o preço de 22 reais que ficou incompatível com a precificação do ativo até o momento. Porém, acredito eu que nada impede uma nova capitalização deste tipo no futuro.

Agora vamos as vantagens competitivas da empresa:

Mapeamento geográfico: Por ser uma das maiores ou a maior empresa do tipo no BR, a empresa já ‘‘meio’’ que tem mapeado os estados e cidades á ‘‘atacar’’ para ter sucesso nas locações (eles realizam vários estudos á todo momento).

Time comercial: um % importante do ABL alugado é contrato pelo time comercial antes mesmo dos locatários irem atrás de empresas de galpões, ou seja, a própria empresa chega antes no cliente.

Possibilidade de gerar energia solar: existe uma empresa nos EUA que está gerando energia solar através dos telhados dos galpões, gerando assim uma receita a + para a empresa.

Reajuste dos aluguéis á cima da inflação: é de consenso geral que no ramo de aluguéis sempre que a economia reaquece os aluguéis são reajustados muitas vezes bem á cima da inflação.

Eu particularmente acredito que o diferencial da LOG para muitos FII’s é a possibilidade de crescimento rápido, aproveitando o reaquecimento da economia. A receita gerada via FFO deve crescer quase que exponencial e os aluguéis devem ser reajustados, o que deve no LP gerar uma ‘‘bola de neve’’ positiva de valor na empresa, a empresa deve transformar toda aquela dívida que contraiu de forma barata em patrimônio (galpões) e esses galpões devem ir gerando mais e mais aluguéis, o que vai dando ‘‘corpo’’ a bola de neve.

Baixa vacância: A empresa vem baixando a vacância consistentemente e praticamente alugando tudo o que constrói, me parece ser uma das empresas com a vacância mais baixa no seu setor de atividade.

Pelo que vejo, sou um dos únicos otimistas com o papel. Espero estar certo!

Abraços!

3 Likes

#8

Seja bem vindo!
Obrigado pelos elogios. Eu sou sim um dos fundadores da penserico, e cuido de toda parte de AF da nossa empresa.

Perfeita suas colocações. Queria destacar este item:

Não tinha parado p/ pensar nisso, mas pode ser um baita “bônus” p/ gerar valor a empresa.

Fiquei com esta mesma impressão. Minha maior participação disparada na carteira está em GGRC11, por realmente acreditar no setor. Estou estudando um bom pto de entrada aqui, pois achei que tem um grande potencial.

2 Likes

#9

Estou posicionado nela desde a cisão da empresa com a MRV. Aumentei posição nas últimas semanas.

É aquela ação para longo prazo, que vai subir devagarinho e de forma consistente balanço após balanço. Não imaginem aquela porrada de alta.

3 Likes

#10

Análise bacana, mas bem otimista. Aqui não foi considerado um eventual problema maior, mas parece um bom ativo para estudo.

1 Like

#11

Quem conhece o mercado de energia elétrica no Brasil sabe a dificuldade de efetivar este modelo de geração distribuída, as distribuidoras de energia e a ANEEL não tem “boa vontade” com este tipo de geração.

1 Like

#12
0 Likes

#13

Quanto mais eu busco informações sobre essa empresa, mais eu vejo comentário bem fundamentados, como o do @cadu e do @gcn, sobre a pespectiva de crescimento da empresa…muita gente falando bem dela mesmo.

Dia 03/05 teremos o balanço 1T19.

2 Likes

#14

Posso estar errado, porém, considero LOGG como um case de baixo risco no LP.

Qual o maior risco que atinge LOGG porém também atinge 90% das empresas da bolsa?

A não aprovação da reforma da prev. , pois sem ela o país quebra e a dívida pública BR explode ainda mais, até ficar impagável. Além disso, não só de reforma da prev vive a economia, precisamos de reforma tributária, solução para baixar o custo de se contratar um empregado (gerando assim mais empregos) e melhor ambiente de negócios.

Nosso ministro da economia já deixou claro que só trabalhará para a aprovação das outras medidas citadas á cima se a reforma passar integral ou com pouca desidratação.

Esse é o risco: A reforma passar muito desidratada ou não passar, porém, pela minha leitura isso afetará tudo, desde a bolsa de valores até a padaria do seu zé da esquina ou seja é um risco sistêmico que afetaria a economia como um todo: dólar alto, desemprego, inflação, etc…

Riscos intrínseco ao negócio são os que já foram falados: falta de capitalização e taxa de vacância, ambos seguem controlados até agora, com destaque para a vacância que continua caindo mesmo SEM reforma aprovada e SEM crescimento da economia.

Em um cenário positivo não seria anormal FALTAR galpão e SOBRAR locatário. A cisão com a MRV veio para prever exatamente isso, já que o país pode voltar a crescer vamos aproveitar essa oportunidade e fomentar o crescimento da LOGG.

4 Likes

#15

Concordo com as informações postadas.

Abri posição em LOGG3 hoje, a 17.53.

Há tempos estudava a empresa, porém aguardava ao menos um balanço trimestral consistente e de fato foi o que vi.

2 Likes

#16

Amanha apos fechamento de mercado o balanço será divulgado.

0 Likes

#17

Já saiu semana passada: LOGG3 - Log Comercial Properties

1 Like

#18

:joy::joy::joy: Eu jurava que essa tabela ai fosse do 4/18 …olhei até na Planner e constava lá ainda 03/05/2019 pra sair o resultado.

1 Like

#19

AVISO AOS ACIONISTAS

LOG COMMERCIAL PROPERTIES E PARTICIPAÇÕES S.A. (“Companhia”), vem pelo presente informar que os acionistas reunidos em Assembleia Geral Ordinária aprovaram, na presente data, o pagamento de dividendos no montante de R$ 10.328.105,13 (dez milhões, trezentos e vinte e oito mil, cento e cinco reais e treze centavos), sendo R$0,13997727926 por ação ordinária. O pagamento do referido montante será efetuado no dia 12 de junho de 2019 aos acionistas titulares de ações de emissão da Companhia na data base de 31 de maio de 2019. Dessa forma, as ações de emissão da Companhia passarão a ser negociadas “ex- dividendos” a partir do dia 3 de junho de 2019. O valor do dividendo aprovado não estará sujeito à atualização monetária ou qualquer remuneração entre a presente data e a data de seu efetivo pagamento.

Belo Horizonte, 30 de abril de 2019

3 Likes

#20

Dei uma olhada rápida no tópico e não encontrei nenhum comentário, mas isso não é um FII logístico com capital aberto e sem as obrigações de um FII? Vale a pena investir pensando em longo prazo? Digo porque o VPA está descontadíssimo, mas não acredito que vão vender os ativos.

1 Like